conecte-se conosco

Editorial

O impulso bem-vindo na geração de emprego

Durante o mês de Natal, os trabalhadores recebem o décimo terceiro salário, o qual tem grande parte injetada no comércio local com a aquisição de presentes.

Publicado

em

Comumente, no período de festas de fim de ano, há um incremento na geração de emprego e renda no comércio, o que faz com que lojistas se preparem e tenham suas expectativas para o momento aumentadas, ou seja, há uma perspectiva de melhora econômica tanto para empresários quanto para muitos trabalhadores.

Durante o mês de Natal, os trabalhadores recebem o décimo terceiro salário, o qual tem grande parte injetada no comércio local com a aquisição de presentes para agradar a familiares e amigos, bem como, é a oportunidade para modificar o lar e incrementá-lo com uma mudança de móveis, ou mesmo a realização de sonhos impulsionados pelo consumo: aquela televisão tão almejada pelo cidadão, ou uma geladeira maior para comportar as necessidades familiares, ou mesmo o automóvel… são muitos os itens buscados nas lojas e empresas da cidade.

Para atender ao aumento da demanda, faz-se necessária a contratação temporária, o que reflete positivamente em tantas famílias que acompanham a busca por uma colocação no mercado de trabalho de um de seus integrantes. O desemprego traz desesperança ao cidadão e ser agraciado com a possibilidade de mostrar seu valor e competência no desempenho de suas funções profissionais tem o poder de devolver o brilho nos olhos das pessoas, bem como de reacender a chama da esperança e da luta por uma colocação de temporária para efetivação, pois muitos empresários esperam ansiosos o aquecimento do mercado para poder oferecer mais vagas de emprego para a população.

Agora, abrem-se novas oportunidades no comércio para muitos trabalhadores, o que se espera é que cada um possa desempenhar bem suas funções e poder desfrutar a dignidade de estar empregado e tendo uma fonte de renda para suprir suas necessidades cotidianas e arcar com suas responsabilidades financeiras, pois população empregada gera mais movimentação no mercado, o que consequentemente faz com que surjam mais vagas de trabalho.

Que mais postos de emprego sejam criados e muitos desses trabalhadores temporários possam se tornar efetivados, pois cidadão empregado é o alento dos lares brasileiros e o prosperar do empresariado.

Continuar lendo
Publicidade

Em alta