conecte-se conosco

Economia

Pais buscam preços mais acessíveis ao escolher o presente neste ano

Mesmo com a crise, lojas de artigos infantis registraram movimento

Publicado

em

Mesmo com a crise que vem assolando o Brasil, muitos familiares ainda foram em busca do presente certo para o Dia das Crianças. Contudo, a pesquisa e a busca por presentes com preços um pouco mais acessíveis estavam na lista de prioridades. Mãe de duas meninas, uma de 11 e outra de 6 anos, Marcele da Silva, moradora na Vila Paranaguá estava pesquisando para conseguir comprar para a filha de seis anos, um bom presente, mas com valores acessíveis. “As coisas estão mais difíceis e hoje o jeito é procurar brinquedos com preços mais baixos. Em algumas épocas, cheguei a comprar mais de um presente, agora vai ser só um mesmo”, comentou.

Sara de Oliveira, moradora na Vila Divineia, estava em busca do presente para o filho de dois anos e meio. “Sempre pesquisei, mas não deixo de comprar, independente de crise. Estou escolhendo ainda o presente, estou entre um Lego ou uma toca para ele”, observou. Moradora na Vila Divineia, Eliana Cristina da Silva na metade da tarde já estava conferindo os presentes e preços na quinta loja. “Estou escolhendo presentes para quatro crianças, filha, enteada e dois afilhados. Acho que agora encontrei o local mais acessível, mas este ano os presentes tiveram que ser com preços mais baixos e não comprarei para os sobrinhos”, contou Eliana, que estava acompanhada da enteada Kamili, de 11 anos, que escolheu um jogo como presente do Dia das Crianças.

 

 

Paula Bareto, moradora na Ilha dos Valadares, estava em uma loja escolhendo o presente para a filha Ariella, de 3 anos. “O presente que ela escolheu tem um preço salgado, R$ 299. Estamos pesquisando para ver se achamos com um preço mais acessível”, comentou. Maria Juessi, avó da pequena Ariella, disse que a criança não quer abrir mão da boneca escolhida.

Publicidade






Em alta

plugins premium WordPress