conecte-se conosco

Economia

Início de dezembro já registra aumento de venda de produtos natalinos

Gerente de supermercado diz que haverá aumento de 15 a 20% nas vendas

Publicado

em

As festas de final de ano movimentam a economia local, as confraternizações familiares e, consequentemente, as compras nos supermercados. Nestes primeiros dias do último mês de 2017, apesar da recente crise econômica vivida pelo Brasil, o volume de compras registradas em um dos principais supermercados demonstra que as famílias estão consumindo mais neste final de ano com relação a 2016. Apesar do otimismo, consumidores parnanguaras afirmam que as compras devem ser feitas com responsabilidade financeira e com análise de preços nos grandes estabelecimentos locais.

Segundo o gerente de um dos maiores supermercados de Paranaguá, Vicente Vilaça, a movimentação está sendo positiva no final de 2017. "Referente ao mês de dezembro, as compras começam a ser antecipadas em novembro pelo nosso estabelecimento. Hoje, de 40 a 60% dos produtos de Natal já estão dentro dos estoques. A preparação para o Natal de 2017 começa em outubro e novembro, quando começamos a sentir a economia do País. Neste ano, percebemos que haverá um aumento de 15 a 20% nas vendas do período, mesmo com a situação financeira complicada, muitas pessoas se reúnem em grupo, o que agrega aumento de consumo no Natal e Ano-Novo", explica.

 


Supermercados estão tendo movimento alto neste início de dezembro

 

"Toda a preparação nossa já está pronta em sua maioria, cerca de 60% da logística de vendas. Os últimos 40% de preparo para as vendas de fim de ano são feitos do dia 5 até dia 15 de dezembro, quando complementamos a nossa estratégia e logística. Estamos bastante confiantes, o balanço é positivo, tanto que inauguraremos uma nova loja em Guaratuba nesta semana", comenta Vilaça.

Segundo ele, os números de vendas e gerais da economia local em novembro já demonstram uma reação positiva. "Isto nos demonstrou que o final de ano seria próspero", completa.

CONSUMIDORES OTIMISTAS

"Ainda não tive tempo de ir nos supermercados por causa do trabalho, mas parece que estão oferecendo boas ofertas. Até o dia 20 vai dar uma melhorada, iremos dar uma corrida nos supermercados para economizar um pouco e fazermos uma ceia boa no final de ano. Em Paranaguá existem bons supermercados com preços acessíveis", afirma João Alves da Silva, motorista, morador no Jardim Ouro Fino.

 


João Alves da Silva destaca que existem boas ofertas nos supermercados e que é necessário analisar preços antes de comprar

 

Segundo Lucineia da Silva Ferreira, moradora na Ilha dos Valadares, no Itiberê, balconista que trabalha em um dos supermercados de Paranaguá, a movimentação ainda é tímida, apesar das boas ofertas.

"O fluxo maior é no fim de semana. O pessoal está reservando mais com a proximidade do Natal e Ano-Novo, onde mercados ficarão abertos até mais tarde e com ofertas especiais", comenta.

"Apesar da crise, independente disso a gente tem que comer e confraternizar final de ano. A gente tem que se virar", acrescenta.

Oziel França, carteiro aposentado que reside na Estradinha, destaca que o final de ano é um período de fazer compras, mas com prudência e analisando os preços.

 


Oziel França destaca que não vê muitas diferenças entre preços de ofertas nos estabelecimentos locais, mas que já fez compras para ceias de fim de ano

 

"Este final de ano está bem movimentado nos supermercados de Paranaguá. As ofertas estão bem parecidas em todos os mercados, é difícil ver preços reduzidos em produtos de primeira necessidade, mas em alguns setores existem boas ofertas, como o hortifrutigranjeiro. Apesar disso, já fiz a compra para as ceias de final de ano. Temos que consumir, só que com prudência, independente de crise", finaliza.

Publicidade






Em alta

plugins premium WordPress