Logotipo

Dia das Mães deve ter aumento de 6% nas vendas em Paranaguá

09 de maio de 2019

Presidente do Sindilojas, Said Kaled Omar, destaca expectativa de aumento de vendas nesta data comemorativa

Compartilhe

O Dia das Mães é considerado a segunda principal data comemorativa pelo comércio varejista, perdendo apenas para o Natal.

Neste ano, a expectativa de aumento nas vendas para a data é em torno de 6%, em relação ao ano de 2018, segundo o presidente do Sindicato dos Lojistas de Paranaguá (Sindilojas), Said Kaled Omar.

Ele destaca que o setor espera um aquecimento nas vendas pelos próximos dias. “As vendas começaram a melhorar, e estamos esperando um aumento real em torno de 6% em relação ao ano passado, uma vez que a data é muito significativa. A expectativa agora é melhorar as vendas nestes últimos dias que precedem a data. Claro que cada um com a sua criatividade, tentando criar novas ideias que atraiam os consumidores. Digo isso porque é essa criatividade que faz com que a gente venda mais, e faz a gente melhorar o nosso comércio, pois a concorrência é salutar fazendo com que o consumidor tenha mais ofertas de produtos e serviços. Cada um tem o seu setor a atingir, o seu quinhão de clientes, e é importante, além de atender a eles, buscar novos consumidores no mercado, já que existe uma disputa grande não só com o vizinho, mas com a Internet, então um bom atendimento faz toda a diferença”, destaca Said.

Conhecedor do mercado e membro de uma família tradicional de lojistas, Said diz que a principal aposta dos filhos para agradar às mães em geral nesta data são roupas, bolsas e calçados, perfumes e cosméticos, dentre outros. Ele também cita outros presentes como complemento como flores, almoços ou jantares e chocolates. “Normalmente, os filhos buscam dar uma roupa ou calçado nesta data. Existem aqueles que dão um eletrodoméstico ou algo para casa, mas em especial sempre é algo para ela usar”, destaca Said.

 

Aposta para agradar às mães são roupas, bolsas e calçados, perfumes e cosméticos, dentre outros

 

 

Ele lembra que para escolher o presente é recomendado fazer uma pesquisa. “Qualquer coisa que você fizer para sua mãe ela ficará feliz. Existem vários tipos de comércios, com vários produtos e ofertas e fazendo uma pesquisa você pode achar o melhor presente e o melhor preço. Com certeza vai alegrar sua mãe com a surpresa”, enfatiza. 

 

HORÁRIO DE ATENDIMENTO

O comércio varejista funcionará em Paranaguá na sexta-feira, 10, até às 20h, e no sábado, 11, véspera do Dia das Mães, até às 19h. 

 

ESTADO

Segundo a sondagem realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio-PR), os números são bem parecidos no Estado, pois a disposição dos paranaenses em presentear neste Dia das Mães é maior com relação ao ano passado. O percentual de consumidores que pretendem comprar um presente é de 79,6% neste ano, ante 73,8% em 2018. Os que não comprarão presentes correspondem a 17,8%, e 2,6% ainda não sabem se vão comemorar a segunda maior data do comércio varejista comprando alguma lembrança para a mãe. Os motivos das respostas negativas foram a ausência da figura materna, falta de condições econômicas ou desemprego.


Colunistas