conecte-se conosco

Economia

98.ª Reunião de Intervenientes no Comércio Exterior de Paranaguá será realizada na Aciap

Gerson Zanetti Faucz, delegado da Receita Federal em Paranaguá, ressalta que reunião envolverá vários atores do comércio exterior

Publicado

em

Inspetor-chefe da Alfândega da Receita Federal, Gerson Zanetti Faucz, ressalta que encontro possui participação de várias entidades 

Na terça-feira, 17, às 9h, será realizada na sede da Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Paranaguá (Aciap) a 98.ª Reunião de Intervenientes no Comércio Exterior de Paranaguá, que é realizada a cada dois meses no municípios, já estando em sua 98.ª edição. Segundo o auditor-fiscal da Receita Federal do Brasil e delegado da Receita Federal em Paranaguá, Gerson Zanetti Faucz, a Receita lidera a reunião que é totalmente aberta a todos os envolvidos no comércio exterior, entre eles órgãos públicos como Ministério da Agricultura, Exército Brasileiro, Anvisa, Antaq, importadores, exportadores, despachantes aduaneiros, entre outros envolvidos no comércio exterior local. 

“As reuniões são abertas, e são convidados todos os envolvidos no comércio exterior: órgãos públicos, importadores, exportadores, despachantes aduaneiros, transportadores e recintos alfandegados. A pauta é aberta para sugestões sempre na primeira terça-feira do mês, na segunda terça-feira a pauta é fechada e enviada a todos e na terceira terça-feira mensal acontece a reunião. O objetivo das reuniões é discutir problemas que afetam o bom desempenho das atividades aduaneiras na cidade de Paranaguá e buscar soluções em conjunto. Também são trazidas informações e notícias dos órgãos públicos participantes, e solucionadas dúvidas dos participantes”, afirma o delegado da Receita Federal em Paranaguá, Gerson Zanetti Faucz. 

DECLARAÇÃO ÚNICA DE EXPORTAÇÃO

De acordo com Faucz, o principal assunto a ser abordado nesta reunião do dia 17 de julho é o novo processo de exportação chamado de Declaração Única de Exportação (DU-E), tema em que itens serão esclarecidos e dúvidas dos presentes serão sanadas. “Outras matérias que ficaram pendentes das reuniões anteriores também serão debatidas”, completa. “A ACIAP é um local muito importante para o debate das ideias e soluções necessárias para a cidade de Paranaguá, e as reuniões lá realizadas têm trazido bons resultados”, complementa.

ATUAÇÃO DA RECEITA FEDERAL EM 2018

O delegado da Receita Federal de Paranaguá, Gerson Zanetti Faucz, afirma que um dos principais trabalhos exercidos em 2018 em Paranaguá e em todo o Brasil é o combate ao narcotráfico, em que a Alfândega de Paranaguá tem desempenhado o seu papel com excelência com apreensões contínuas de toneladas de cocaína no Porto de Paranaguá nos últimos meses. “Temos utilizado bastante as informações disponíveis aqui e também as que vêm de outros locais e portos, inclusive do exterior. Seguiremos trabalhando para que novas apreensões possam ocorrer  até o final do ano. Entendemos que o combate ao tráfico, além de preservar a imagem do Brasil no cenário internacional, retira dinheiro da mão do crime organizado. O lucro obtido com a exportação de cocaína certamente é utilizado para financiar outros crimes dentro no nosso País e, neste ponto, acreditamos que a Receita Federal tem prestado um grande auxilio às forças de segurança pública”, completa.

As perspectivas para o futuro da Receita Federal vão ao encontro do processo de modernização aduaneira e de colaboração para o fluxo contínuo do comércio exterior mundial. “A Receita Federal tem procurado modernizar os seus processos aduaneiros de forma a ter o  menor impacto no fluxo do comércio exterior. A implantação da plataforma do Portal Único do Comércio Exterior na web, onde todas as informações necessárias estarão disponíveis a todos os órgãos públicos e todos os demais intervenientes, trará muito mais segurança e agilidade para todos. O objetivo é esse, agilidade com segurança, para todos”, finaliza o inspetor-chefe da Receita em Paranaguá. 
 

Continuar lendo
Publicidade