Connect with us

Direito & Justiça

Júri condena homens a mais de 90 anos de penas somadas por atentado a guardas municipais

Em fevereiro de 2016, os acusados se aproximaram do local a pretexto de pedirem ajuda, e um deles sacou uma pistola e revólver e efetuou diversos disparos contra os agentes de segurança.

Publicado

em

Nesta semana, o Tribunal do Júri de Paranaguá condenou quatro réus denunciados pela 6.ª Promotoria de Justiça do Ministério Público do Paraná (MPPR) por tentativa de homicídio contra dois guardas civis municipais, ocorrido em módulo da Guarda Civil Municipal (GCM) na Ilha dos Valadares, em fevereiro de 2016.

Quatro membros da chamada “Gangue da Rapa” se aproximaram do local a pretexto de pedirem ajuda, e um deles sacou uma pistola e revólver e efetuou diversos disparos contra os agentes de segurança, que, inclusive, foram feridos no atentado, mas conseguiram fugir do local com vida.

“As penas variaram de 15 anos e um mês a 31 anos e 9 meses. Além das acusações de dois homicídios tentados duplamente qualificados (dissimulação e motivo torpe), os réus responderam também por tráfico de drogas, associação para o tráfico, porte ilegal de armas de fogo de uso permitido e de uso restrito e receptação. Todos estão presos desde a época do crime e não poderão recorrer da sentença em liberdade. Um quinto acusado, que teria sido usado como ‘isca’ para atrair os guardas municipais para fora do módulo, foi absolvido”, afirma a Assessoria do Ministério Público do Paraná.

“A juíza de Direito, ao ler a sentença condenatória de 90 páginas, destacou que se tratou de um julgamento histórico para a comarca, no qual apenas a votação dos mais de 100 quesitos apresentados aos jurados levou quase três horas”, complementa o comunicado oficial do Ministério Público.

PENA DOS ACUSADOS

As penas de cada acusado variam com a análise da dosimetria analisando as circunstâncias do crime, bem como antecedentes de cada um dos indivíduos. Todos os réus estavam presos desde 12 de novembro de 2017. 
Joelson Pereira dos Santos foi condenado à reclusão em regime fechado de 31 anos, nove meses e 12 dias. 
Claudio Mendes Pires foi condenado à prisão em regime fechado por 30 anos, um mês e 24 dias. Wellington Mendes Pires foi condenado à prisão em regime fechado por 23 anos e doze dias.

Claudio Matheus Costa Pires foi absolvido dos crimes de receptação, bem como posse ou porte de armas de fogo de uso permitido ou restrito, porém foi condenado por todos os outros crimes cometidos pelos membros da “Gangue da Rapa”, sendo condenado à prisão em regime fechado por 16 anos e um mês de reclusão. Por fim, Fagner Paixão Damasceno foi absolvido de todas as acusações das duas tentativas de homicídio. 

RELEMBRE O CASO

Na madrugada do dia 1.º de fevereiro de 2016, por volta das 3h30, quatro homens foram até o posto da Guarda Civil Municipal, na Praça Ciro Abalém, próximo à entrada da passarela da Ilha dos Valadares, onde estavam dois agentes de plantão. Dois criminosos teriam ido até o módulo pedindo ajuda e quando os guardas municipais informaram que iriam chamar uma viatura para averiguar a situação, um dos suspeitos, que seria conhecido como “Kisuco”, puxou uma pistola e efetuou pelo menos cinco disparos contra o módulo. 

Os disparos quebraram os vidros do módulo e atingiram móveis e tudo que havia no local, mas os guardas, que não portavam armas, não foram alvejados. Eles conseguiram escapar pulando a janela do módulo e, em seguida, o telhado de uma residência, a qual fica abaixo do nível da rua. O caso repercutiu na época e ocasionou a prisão de todos os envolvidos no mesmo ano, sendo eles condenados pelo Júri, realizado pela juíza da 1.ª Vara Criminal de Paranaguá, Cíntia Graeff. 
 

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.