conecte-se conosco

Datas Comemorativas

Dia Nacional do Agente Marítimo é celebrado na Capitania dos Portos do Paraná

Evento aconteceu na manhã de quinta-feira, 21, na sede da Capitania dos Portos, em Paranaguá

Publicado

em

O Sindicato das Agências de Navegação Marítima do Estado do Paraná (Sindapar), em parceria com a Capitania dos Portos do Paraná (CPPR), realizou na manhã de quinta-feira, 21, nas dependências da Capitania, uma cerimônia comemorativa ao Dia Nacional do Agente Marítimo, celebrado no dia 23 de junho. A data foi instituída pela Lei 11.791 de 2008.

A cerimônia contou com a presença de diversos agentes marítimos e convidados e foi aberta com a leitura da mensagem do Diretor de Portos e Costas da Marinha (DPC), alusiva à data.

Capitão dos Portos do Paraná, Capitão de Mar e Guerra, Germano Teixeira da Silva,  e presidente do Sindapar, Argyris Ikonomou

Na sequência, o Sindapar, em conjunto com a Federação Nacional das Agências de Navegação Marítima (Fenamar), prestou uma homenagem a uma personalidade pela fidalguia e deferência que tem se destacado. O agraciado com a honraria foi o 1.º sargento Arialdo Augustinczyk. 

1.º Sargento Arialdo Augustinczyk foi homenageado pelo Sindapar em conjunto com a Fenamar pelos relevantes serviços prestados 

Em seu discurso, o presidente do Sindapar, Argyris Ikonomou, enfatizou ser uma satisfação poder, mais uma vez, poder estar comemorando a data magna dos agentes marítimos. “Ainda que no Brasil a história não registre o fato, acreditamos que a partir da chegada dos primeiros navios cargueiros comerciais no Brasil, já havia um agente marítimo para atender os navios da época. Atuando sempre como já foi dito, em nome do armador, no assessoramento ao capitão do navio e sua tripulação, coordenando as operações de carga e descarga e servindo de interface entre armador e o navio com as autoridades brasileiras, com exportadores, importadores e prestadores de serviço. De fato desde que se instituiu a navegação comercial, nos primórdios da história, tem-se conhecimento de os armadores se utilizarem dos agentes marítimos para os representarem em cada um dos portos visitados, com conhecimento das leis e costumes locais. Não são poucas as agências marítimas no Brasil e no mundo, com mais de 100 anos de existência”, destacou Ikonomou.

Presidente do Sindapar, Argyris Ikonomou

Ele aproveitou para mandar uma mensagem a todos os agentes marítimos. “Agradeço também a todos os que dedicaram e continuam dedicando suas vidas a essa nobre profissão de agente marítimo. Outro agradecimento vai para as autoridades e entidades locais que estão presentes à cerimônia e apoiando continuamente a Sindapar nos últimos anos, em que conseguimos construir uma relação de respeito mútuo, consideração e profissionalismo. Agradeço também aos associados do Sindapar a confiança e apoio a nossa diretoria”, enfatiza o presidente.

O capitão dos Portos do Paraná, capitão de Mar e Guerra, Germano Teixeira da Silva, enfatizou o papel fundamental do agente marítimo. “O Agente marítimo é o elo principal entre os órgãos de fiscalização, exportação e os navios. Como foi dito durante a cerimônia, 95% das exportações passam pelos nossos navios, então o agente marítimo é um solucionador de todos os problemas em relação de exportação, importação, segurança do navio, parte profissional e dos órgãos fiscalizadores”, enfatiza o capitão dos Portos.  
Agente marítimo há aproximadamente 25 anos, Paulo Henrique Alves da Silva Filho, enfatiza que o agente marítimo é um elo importante na história da navegação. “Através do tempo, o agente marítimo faz um importante elo entre a terra, autoridades marítimas, intervenientes, fornecimento, dentre outros de uma forma geral, atendendo às demandas a bordo do navio de acordo com as instruções”, destaca Paulo Henrique.  

O 1.º sargento Arialdo Augustinczyk, encarregado dos despachos da marinha mercante na Capitania dos Portos do Paraná, agradeceu a homenagem. “Estou muito feliz pela homenagem a mim concedida pelo Sindapar e Fenamar. Só tenho a agradecer a oportunidade, pois desde que iniciou o trabalho do porto sem papel, a Capitania dos Portos do Paraná tem avançado muito na área”, destacou Arialdo.
Após o encerramento da cerimônia, os convidados participaram de um coquetel. 

 

Continuar lendo
Publicidade

Em alta