conecte-se conosco

Cultura

Leo Santos completa 10 anos de carrreira

Cantor já percorreu o sul do Brasil e hoje ganha projeção em carreira solo com sucessos autorais

Publicado

em

Leo Santos tem 22 anos e está comemorando uma década de atividades musicais. Apesar da pouca idade, ele possui um currículo extenso que inclui turnês pela região sul, participação em bandas e duplas, e ainda premiação em concursos de música.

Natural de Matinhos, cidade onde o cantor ainda reside, Diego Leonardo ou simplesmente Leo Santos (nome artístico), já nasceu envolvido com a música. “Meu nome é uma homenagem ao cantor Leonardo, do qual meu pai, que também é musico, é fã”, contou o artista.

Leo Santos nasceu em meio às notas musicais e embalado pelo ritmo sertanejo. Filho do cantor Rodrigo Espírito Santo, que também é conhecido no litoral, Leo Santos não precisou passar por escolas de música, a própria convivência em casa foi responsável por moldar o artista.

“Comecei a cantar aos 12 anos, no começo recebi as primeiras noções ao violão de um professor, e na sequência segui sozinho. Eu já sabia que era aquilo que eu queria para minha vida. Sonhava em fazer sucesso, assim como menino. Mas ao mesmo tempo eu ia atrás dos meus objetivos”, destacou.

PREMIAÇÃO

Uma das primeiras conquistas veio aos 17 anos no Festival Sertanejo da FM Clube de Curitiba. A vitória rendeu uma premiação em dinheiro e uma ‘injeção’ de ânimo para os próximos anos.  Leo Santos foi o 2.º colocado da edição de 2013 do Festival, sendo observado durante as apresentações e, em seguida, passou a ser o novo vocalista da banda Kanoa.

“Eles me chamaram para fazer parte da banda e eu  entrei antes de acabar o festival, tinha até gravado uma música com eles e ficamos esperando chegar o final do festival para poder lançar. Foi uma loucura tudo muito rápido acontecendo e assim surgiram as viagens e shows por todo sul do Brasil, e eu tinha apenas 18 anos”, recorda.

Uma curiosidade que o artista faz questão de citar envolve a sua fé em Nossa Senhora. “Meses antes dessa conquista eu tinha ido para Aparecida do Norte, que era outro sonho realizado, e fiz um pedido, o qual foi atendido, em relação ao prêmio e aos shows pelo sul”, ressaltou.

DUPLA

Após a passagem pela banda, Leo Santos trabalhou em novos projetos, um deles foi a formação da dupla Leo e Kauã, em Paranaguá, com agenda estendida para todo litoral virando uma ‘febre’ na noite da cidade com um karaokê que reuniu centenas de jovens aos fins de semana. Com o fim da dupla, em 2016, Leo Santos investiu na carreira solo vindo a ganhar uma projeção que nem ele esperava.

CARREIRA SOLO

A carreira solo foi uma novidade que deu certo, como o próprio artista afirma. “Passei a cantar praticamente todas as noites da semana em Curitiba, Paranaguá, Morretes, Matinhos e Guaratuba. Gravei em São Paulo meu primeiro CD intitulado ‘Meu Mundo’ buscando qualidade técnica”, explicou.

O CD foi gravado em São Paulo, no ‘Estúdios Gravodisc’, o qual possui credibilidade desde 1960. Foi produzido pelo melhor gaiteiro do Brasil, Julio Cesar de Lima, que é maestro do cantor Daniel. Conta ainda com a participação do baixista Lau Gomes Silva, o violeiro Franco Alencar, Anderson Karan (baterista dos seus ídolos Bruno e Marrone), e a segunda voz feita por Fernando Baron, o braço direito, produtor e violeiro de Luan Santana.

Hoje, Leo Santos se apresenta na noites do litoral e está prestes a lançar o CD. “Sigo firme nos meus propósitos contando com o apoio da família e dos fãs. Só tenho que agradecer por tudo”, finaliza.

 

 

Continuar lendo
Publicidade

Em alta