Connect with us

Cultuando

Casa da Cultura

Na Casa da Cultura de Paranaguá permanece a exposição dos trabalhos dos alunos

Publicado

em

Na Casa da Cultura de Paranaguá permanece a exposição dos trabalhos dos alunos das oficinas de desenho, pintura e cerâmica. Uma excelente oportunidade para observarmos o desabrochar de novos talentos.

Imperdível!

Onde surgiu a Arte

A resposta à questão onde surgiu a arte está intimamente relacionada com a própria origem da humanidade. Durante muito tempo, pensou-se que seriam as pinturas nas grutas de Lascaux na França – que datam de há cerca de 35.000 anos atrás e foram descobertas por acidente no século XIX – as mais antigas do mundo. Recentes avanços científicos mostram que a humanidade, bem como a arte, surgiram há muito mais tempo e noutras paragens.

Há centenas de milhares de anos no continente Africano, os nossos ancestrais mais remotos começaram a registar nas rochas e pedras, por meio de pinturas (pictogramas) e gravuras (petróglifos), a sua história, o seu dia-a-dia, o mundo que os rodeava e a sua espiritualidade. Desde o século XIX, a pintura rupestre tem sido essencial na reconstrução do cenário das origens da humanidade. Durante muito tempo, pensou-se que seriam as pinturas nas grutas de Lascaux na França.

Tenta-se desde então perceber onde surgiu a arte e quais as suas primeiras manifestações. Tal como se pensou um dia que a evolução humana tivesse origens multirregionais, ou seja, que as migrações para fora do continente Africano tivessem ocorrido muito anteriormente ao desenvolvimento do Homo Sapiens pelo que em cada continente a humanidade tivesse evoluído em isolamento dos outros. Mas nas últimas décadas, avanços científicos nas áreas da paleoantropologia, da genética e da arqueologia não só colocam na África a origem da humanidade, como a origem da própria arte, revelando ainda que tanto a humanidade como a arte podem ter uma longevidade maior do que se pensava anteriormente.

Resumidamente, até muito recentemente, as investigações científicas colocavam o aparecimento do humano moderno no Vale da Grande Fenda na África Oriental, atuais Quénia e Tanzânia, há cerca de 200.000 anos atrás. Antes de prosseguir, é necessário frisar a cautela necessária a ter com estas datas. São estimativas médias que variam em dezenas de milhares de anos para mais e para menos, pelo que encontramos autores que colocam este acontecimento em 150.000 anos atrás por exemplo. Porém, estas datas estão em constante revisão, e a descoberta em 2017 de vestígios de Homo Sapiens numa gruta da costa atlântica marroquina, que os paleo-antropólogos dataram de há 300.000 anos atrás, veio agora pôr em cheque o consenso científico estabelecido. Apesar disso, todos concordam que investigações mais profundas precisam ser feitas antes de atualizarmos os compêndios de história.

 

Manuela Tenreiro/Citaliarestauro

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.