Connect with us

Valmir Gomes

O RETORNO DO LONDRINA

Todos sabem da importância da cidade de Londrina para a nossa economia, como os esportistas sabem da importância do Londrina Esporte Clube para o nosso futebol.

Publicado

em

O RETORNO DO LONDRINA

Todos sabem da importância da cidade de Londrina para a nossa economia, como os esportistas sabem da importância do Londrina Esporte Clube para o nosso futebol. De lá saíram grandes atletas, Carlos Alberto Garcia, Márcio Alcântara, Ado, Everton, Zé Dias e tantos outros. Muitas vezes campeão do Estado, inclusive campeão da Taça de Prata e de divisões B e C do Paraná e Brasil. Vitoriosa história em 65 anos de existência. Pois bem, o simpático Tubarão tinha caído para a série C do nacional, sua torcida andava triste, até que no final de semana, numa heroica partida, venceu o Clube do Remo em Belém do Pará retornando para série B. Sérgio Malucelli, o gestor de futebol, comprovou mais uma vez sua capacidade, poucas pessoas no Brasil entendem de administrar um departamento de futebol como o Sérgio, além disso tem o estigma do vencedor. Parabéns, Londrina Esporte Clube e sua gente.

OS HERÓIS ANÔNIMOS

Nesta campanha do Londrina temos muitos heróis, alguns conhecidos do público como os técnicos Alemão e Silvinho Canuto, preparador físico João Carlos Ruiz, preparador de goleiros Edson Sabiá, e os experientes atletas Dalton, Celsinho, Leandro Donizete. Nesta linha de raciocínio, precisamos reconhecer o trabalho do supervisor de futebol Germano Schnieger, que um dia foi atleta exemplar, agora em outra função continua sendo um fora de série. Na parte médica, a qualidade e experiência do Dr. Jean Francisco e dos fisioterapeutas Joilson Amorim e Jonas Pires. Convenhamos com uma equipe de apoio desta categoria, o caminho da volta à série B estava pavimentado. Ave, Londrina!

ADILSON BATISTA

Muita gente conhece o Capitão América do Grêmio, um campeoníssimo por onde passou. Adilson como zagueiro foi um craque, como técnico se preparou para ser também um diferenciado profissional. Acontece que às vezes seu gênio lhe trai, muito exigente um perfeccionista, acha que todos têm a bola no corpo que ele tinha! Isto lhe causa dissabores, o que acabou afetando sua saúde. Um infarto lhe levou ao Hospital Cardiológico Costantini. Recuperado, deve voltar mais tranquilo, afinal a vida e sua família são mais importantes do que o futebol. Calma e vida longa, meu caro Adilson Batista.

RODADA DA SÉRIE B

Gente, pela série B teremos hoje às 19h30, Paraná X Cuiabá na Vila Capanema, um jogo importante por causas diferentes. O Tricolor da Vila precisa vencer para continuar sua luta na fuga do rebaixamento. Enquanto isto o Cuiabá busca os três pontos, para se manter entre os primeiros colocados. Amanhã, o Operário enfrenta o Cruzeiro em BH, se vencer pode sonhar com a primeira divisão.

RODADA DA SÉRIE A

Teremos rodada com nossos representantes na próxima quarta-feira, às 18 horas Bahia X Athletico, os baianos lutando para sair da zona do rebaixamento, enquanto o rubro-negro continua subindo na tabela buscando vaga para a Sul-Americana ou quem sabe Libertadores. Às 20h30, o Coritiba recebe o Fluminense, os coxas na ZR tentam sua segunda vitória consecutiva, o tricolor carioca quer vaga para a Libertadores.

COVID X VERGONHA

Durante o jogo entre o CSA X AVAÍ, o atleta Valdivia, do Avaí, foi retirado do jogo no intervalo por estar com Covid-19, segundo exames laboratoriais. O fato causa dúvidas! Como Valdivia jogou com Covid? Por que o resultado do exame só chegou durante o jogo? Foi a primeira vez que isto aconteceu? Estão negligenciando a saúde dos atletas e das comissões técnicas. Convenhamos estão brincando com coisa séria, isto é uma vergonha. Com a palavra a CBF.

Leia também: O LADO PERVERSO