conecte-se conosco

Valmir Gomes

Maradona

Minha gente, na última quarta-feira fez 35 anos

Publicado

em

Minha gente, na última quarta-feira fez 35 anos, que o Diego Armando Maradona fez o famoso gol com a mão de “Deus”, segundo o próprio. Foi contra os ingleses, ainda sob os efeitos da guerra das Malvinas. O lance do gol foi repetido à exaustão no mundo inteiro, abrindo caminho para o BI mundial da Argentina. Neste jogo é bom que se lembre, o outro gol fantástico do próprio Maradona, abatendo os ingleses a partir da meia cancha Argentina até o gol da Inglaterra. Golaço, um dos mais lindos de todas as Copas. Maradona jogando bola foi espetacular, o que mais se aproximou do Rei Pelé, fez misérias com a pelota. Meu trio preferido, Pelé, Maradona, Garrincha, quem viu sabe a causa dos meus elogios, quem não viu, não sabe o que perdeu. Maradona só perdeu para Pelé e o maldito vício da droga. Mas isto é outra história, que vamos ter tempo para contar.

Bento

Um dia o Raphael neto do extraordinário Nilo Biazetto, ídolo eterno atleticano, me falou que o goleiro Bento é fruto das escolinhas do próprio clube. Portanto um prata da casa, que por sua própria qualidade pessoal, hoje é o titular absoluto da meta atleticana. Um piá curitibano que se aprimorou no CT do Cajú, fábrica de craques. Boa sorte Bento.

Omar Feitosa

Falei uma vez com o Omar, se não me engano foi em Bandeirantes, porém fruto da sua competência, sei de alguns dos seus feitos no futebol. Por onde passou deixou a marca da sua qualidade. Agora no Paraná Clube, faz um trabalho de recuperação esportiva e moral. Está quase classificado para outra fase da série D do brasileiro, mais do que isto, Omar Feitosa e sua comissão técnica, recuperaram a autoestima dos atletas e torcida do clube. Merecem meu reconhecimento.

Nilo Biazetto Junior

Por falar nos Biazzetos, outro dia o Nilo, Filho do capitão do Furacão, fez 70 anos de idade, uma data marcante para todo ser humano. Tudo que sei da família é coisa boa, e como a fruta não cai longe do pé, o Nilo Biazetto Junior é gente da melhor qualidade. Todos que vivem e convivem com o Junior só tem elogios a sua conduta pessoal. Daqui, meus parabéns ao aniversariante, com saúde junto a família e trabalho sempre.

O trabalho do Edilei

Seguidamente sei das coisas do Litoral pelo trabalho incansável do comunicador Edilei Nascimento, o “cara” é um dínamo, está em todo lugar a qualquer hora em cima dos fatos esportivos e sociais. Seja onde for, lá está o Edilei com seu equipamento e sua maneira peculiar de registrar os fatos. Sempre atento aos eventos do esporte masculino e feminino, as lentes do equipamento do EDILEI são prova viva dos diversos segmentos esportivos do nosso litoral. Parabéns ao meu amigo e colega Edilei Nascimento, seu trabalho dignifica o esporte do litoral paranaense.

Futebol não é guerra

Futebol, Política e Religião não se discute, velho ditado dos brasileiros. Conheço amigos e vocês também, que desmancharam a amizade por desavenças de opiniões sobre um dos assuntos acima. Agora vão buscar uma vaga a outra fase da Copa do Brasil, Bahia e Athletico, um duelo interessante pela igualdade das equipes. Estão procurando colocar política no futebol. Lá da querida Salvador vem uma matéria do jornalista Paulo Leandro, querendo fazer do jogo de futebol uma guerra. Sou grato eternamente aos irmãos da Bahia, pelas batalhas por nossa independência. Porém Bahia x Athletico é apenas um jogo de futebol, não uma guerra. Que vença o melhor, sem ingerências políticas ou bélicas. Prometo voltar ao assunto com os fatos do jogo e suas consequências.

Continuar lendo
Publicidade