Tempos de Jornal e Rádio

26 de março de 2020

Minha gente, espero que todos estejam com saúde e em paz, recolhidos como aconselham as autoridades. Eu como alguns de vocês, estou habituado a andar pela cidade em busca de notícia e negócios. Em alguns dias falta tempo para tudo. Fazer a coluna da Folha do Litoral News é um trabalho gostoso, como comentar na Rádio Ilha do Mel. Acontece que para isto é preciso estar informado, ouvir e ler, além de falar com muita gente. Assim passa o dia célere, nem notamos. Imaginem o pessoal da redação da Folha ou da Ilha do Mel. Nestes tempos de Coronavírus, muita gente trabalha da sua própria casa, são as adaptações que o momento exige. Portanto não se assustem se no meio de uma notícia no rádio, ouvir um latido de cachorro. "É o Duque fazendo festa para o seu dono". Melhor ainda uma criança às gargalhadas. "É o neto brincando com o avô". Assim entre a família e suas consequências, vamos trabalhando com a melhor das intenções.

MUDANÇAS NO CALENDÁRIO

Impossível fazer uma previsão sobre a continuidade dos Campeonatos Estaduais ou Copa do Brasil. Do Campeonato Brasileiro então nem é bom falar, as fórmulas mágicas serão definidas após esta pausa forçada. Enquanto isso aqui ou acolá, vêm notícias futuristas, logo desmentidas pelas autoridades do futebol. Na volta, com certeza, teremos mudanças expressivas no calendário dos esportes. Luz para os diretores encontrarem a melhor solução.

EXEMPLOS NA CRISE

Da velha Europa, vêm novas notícias, os jogadores de futebol Cristiano Ronaldo e Messi vão doar parte das suas fortunas para compra de equipamentos aos hospitais que enfrentam a crise do Coronavírus. O técnico Guardiola e outros atletas vão no mesmo caminho das doações. O tenista suíço Roger Federer entra também nesta lista, se dispôs a ajudar os necessitados. São alguns exemplos positivos na crise da saúde mundial.

TÉCNICO CAMPEÃO VIRA TORCEDOR

Na data do meu aniversário, recebi muitas mensagens e telefonemas, foi como sempre um dia especial, porém superou todas as expectativas. Do vídeo feito pela família do filho Robson, Vivi, Mateus, Lucas e Natasha, até os inúmeros telefonemas e mensagens via WhatsApp, o tempo foi curto para tanta emoção. Entre os telefonemas, um do amigo e ex-técnico campeoníssimo Otacílio Gonçalves da Silva Junior, conhecido Otacílio, o Chapinha. Na conversa ele me questionou. "Como vai o Paraná Clube?" Melhor me afirmou que o seu time de coração é o Tricolor da Vila Capanema, e Aramis Tissot, Darci Pianna, Zé Domingos, Professor Miranda entre outros dirigentes se tornaram seus amigos pessoais. Portanto, fiquei sabendo que o técnico vencedor Otacílio é também torcedor do Paraná Clube.

O PADRE DE DEUS

Vêm da Itália várias notícias tristes sobre a pandemia mundial. Entre tanta desgraça no País do Papa, uma atitude verdadeiramente cristã na acepção da palavra. O padre Giuseppe Berardelli de Bergamo no centro da crise, com 72 anos, foi acometido pela Covid-19. No hospital com falta de equipamentos, recusou um respirador, em benefício dos doentes mais jovens. Giuseppe faleceu um dia após, porém seu espírito iluminado vive. Foi um verdadeiro ato cristão, certamente está ao lado do Senhor. Viva, Giuseppe!