conecte-se conosco

Valmir Gomes

A Mulher do fim do mundo

A notícia deixou o Brasil triste

Publicado

em

A notícia deixou o Brasil triste, na última quinta-feira morreu a cantora Elza Soares, uma referência mundial da canção. Elza passeou anos pela música nacional, fez discos com Miltinho, Wilson das Neves, Roberto Ribeiro, Ed Lincoln, entre outros. Lotou casas de shows com sua arte, morou na Europa, casou, descasou, foi mãe, perdeu filho, mulher atacada e amada. Não foi fácil sair da favela e ganhar aplausos no asfalto, nunca é fácil. Gênio forte, sua arma principal era a voz e sua personalidade. Elza era a sambista do Brasil, com o tempo por sua qualidade vocal, se tornou a cantora do Brasil. O ritmo pouco importava, afinal ela era a Mulher do Fim do Mundo, moderna, atual, livre. Nossa deusa Elza Soares.

UMA AULA COM JOSÉ CARLOS POSSAS

Todos sabem da minha amizade com o Possas, ele por sua experiência e competência é uma espécie de guru do Rio Branco. A pandemia nos afastou, porém, o carinho e a consideração que tenho por ele continua o mesmo. Outro dia conversamos por telefone sobre o Rio Branco. Foi uma aula de futebol e de vida. Possas conhece os atalhos da Estradinha ou do Gigante do Itiberê. Está torcendo pelo sucesso dos amigos Marcelo Roque e Bryan Roque, e pelos novos dirigentes. Sonha com um trabalho de qualidade nos infantis, juvenis e juniores. Diz que é a joia da coroa. Simpático e saudável, deu show pelo telefone. Ave, Possas, até breve.

WILSON 296 JOGOS

O goleiro Wilson passou anos e anos defendendo o gol do Coritiba, foi campeão, subiu e desceu de série, tendo sempre o devido respeito da sua comissão técnica e dos seus fiéis admiradores. Não foi um simples atleta, foi bem mais do que isto, um ídolo. Sua postura digna, faziam os problemas serem resolvidos de maneira inteligente e tranquila. No campo era acima da média, com extraordinárias defesas impedia que sua meta fosse vazada, com chutes certeiros na cobrança de faltas, se tornou artilheiro, fez até gol de cabeça. Virou ídolo da massa coxa branca. Só lastimo que não tenha chegado aos 300 jogos, um detalhe. Obrigado Wilson Rodrigues de Moura Junior, você dignifica sua profissão.

A BOLA ROLOU

Gente escrevo esta coluna antes da rodada inicial do Campeonato Estadual do Paraná, por este motivo, só vou comentar a rodada na próxima coluna, que será na terça feira. Como todos vocês, estou na torcida pelo nosso Rio Branco.

LONDRINA CLUBE EMPRESA

Já faz algum tempo que o empresário Sérgio Malucelli é o gestor do Londrina, neste período o Tubarão se recuperou dentro do futebol paranaense. Subiu de divisão, foi campeão algumas vezes e conquistou o direito de disputar a série B do campeonato nacional. Bem dirigido, o clube também se recuperou financeiramente. Agora existe a possibilidade de negociação com um grupo financeiro, para se tornar mais um clube empresa. Que aconteça o melhor para o Londrina e o Sérgio Malucelli.

RICARDO GOMES

Fiquei sabendo que o Athletico trouxe o Ricardo Gomes para sua comissão técnica. Ricardo foi um zagueiro de seleção, jogou no Brasil e Europa com muita qualidade e segurança. Depois virou técnico, ia muito bem na profissão, até que um problema de saúde fez ele abandonar a carreira de treinador. Recuperado se tornou um membro das comissões técnicas. Agora vai prestar serviço ao Athletico. Benvindo, Ricardo Gomes.

Continuar lendo
Publicidade