conecte-se conosco

Maçonaria

A MAÇONARIA E A REVOLUÇÃO FRANCESA

Publicado

em

O segredo da Maçonaria

No dia 14 de Julho comemora-se a QUEDA DA BASTILHA,mais conhecida por ter sido uma prisão – assim funcionando desde o início do século XVII até o final do século XVIII – foi inicialmente concebida apenas como um portal de entrada à rua parisiense de Saint-Antoine, na França, motivo pelo qual era denominada Bastilha de Saint-Antoine, foi o estopim da Revolução.

O fato se deu em 14 de Julho de 1789 e foi um dos maiores feitos da Maçonaria Francesa, a tomada dessa prisão foi consequência da tensão popular provocada pela crise econômica e política que a França enfrentava no final do século XVIII. A tomada da Bastilha foi organizada pela população de Paris no dia 14 de julho de 1789 e tinha como objetivo ter acesso ao estoque de pólvora que lá ficava armazenado. Esse fato aconteceu pouco depois do ataque ao Hotel dos Inválidos, local onde a população parisiense havia obtido armamentos.

Os franceses cansaram das mazelas. Pagavam impostos e taxas descabíveis para deleite de poucos, os dominadores. A “Lei da Vantagem” conhecida por todos na França, era prática usual.

O povo suportou tantas amarguras, a ponto de chegar o momento de não tolerar mais, eis que tudo tem limites. E, deu no que deu, a massa se rebelou cabeças literalmente começaram a rolar, guilhotinadas. E a Bastilha caiu aos 14 de Julho de 1789, começo da redenção dos franceses, menos favorecidos, era a maioria, que exclamava a todos os cantos: “LIBERDADE, IGUALDADE e FRATERNIDADE”, sob o velário de organizações secretas integradas no movimento revolucionário, na perseguição de melhorias e justiça para o povo francês, à época. Trilogia conhecidíssima (entre os homens de bons costumes), inscrita no “ARCO DO TRIUNFO” e em vários pontos da França e do mundo. Um marco da Maçonaria na história da humanidade, Maçons respeitados e influentes arquitetaram essa Revolução secretamente.

A divisa maçônica “Liberdade, Igualdade, Fraternidade”, foi incorporada ao acerco revolucionário. As cores da bandeira republicana – azul, branco e vermelho – procedem dos três tipos de lojas, procede da roseta tricolor ideada por Lafayette, maçom e carbonário. O gorro frígio, símbolo da república, é igualmente um símbolo maçônico. O próprio hino da revolução, “A Marselhesa”, composto pelo também maçom Leconte de l’Isle foi cantada pela primeira vez na Loja dos Cavaleiros Francos de Estrasburgo. E assim mesmo, todo o simbolismo grego que adotam os revolucionários, assim como o deísmo naturalista de que se gabam, pode encontrar-se sem dificuldade nas lendas e temas maçônicos.

A maçonaria – insistimos – como organização parece ter sido transbordada – como, pelo demais, qualquer outra instituição francesa da época – pelo decorrer revolucionário. Maçons guilhotinam maçons, rompendo o juramento de fraternidade e ajuda mútua: Hebert é guilhotinado com o beneplácito de Danton, este, por sua vez, sobre ao patíbulo por instigação de Saint Just e Robespierre – instaurador do “culto ao ser supremo” – cujas cabeças rodarão ao se produzir a “reação termidoriana” que dará origem ao Diretório constituído por notórios maçons como Fouché.

Finalmente, Napoleão Bonaparte, segundo algumas versões, Napoleao foi iniciado na Maçonaria durante a campanha da Itália na Loja Hermes do rito egípcio e segundo outros, muito antes, quando era tenente em Marselha, põe fim a todo esse caos, nomeado Primeiro Cônsul e logo proclamando-se Imperador. Napoleão imporá a seu irmão José Bonaparte – “Pepe Garrafa”, um homem muito mais sério e responsável do que este apelido popular deixa pensar- como Grão-Mestre da Maçonaria francesa.

Yassin Taha

Deputado Federal GOB

Continuar lendo
Publicidade

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.