conecte-se conosco

Legendado

“DITADURA, NUNCA MAIS!”

A coluna desta semana abordará a comemoração pelo Ministério da Defesa, da data de 31 de março, que simboliza a saudação ao golpe militar de 1964

Publicado

em

A coluna desta semana abordará a comemoração pelo Ministério da Defesa, da data de 31 de março, que simboliza a saudação ao golpe militar de 1964.

Na data de 30 de março, nesta quarta-feira, o Ministério da Defesa publicou uma nota oficial, celebrando os 58 anos da instituição do regime ditatorial no Brasil, que perdurou de 1964 até 1985.

“Analisar e compreender um fato ocorrido há mais de meio século, com isenção e honestidade de propósito, requer o aprofundamento sobre o que a sociedade vivenciava naquele momento. A história não pode ser reescrita, em mero ato de revisionismo, sem a devida contextualização”, diz outro trecho da nota, que é assinada pelo ministro da Defesa, Braga Netto, cotado para vice da campanha de reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL), e pelo alto comando das Forças Armadas”.

Enquanto o mundo inteiro repudia seus regimes totalitário, o Brasil, vai na contramão, em discursos como este, nesse (des)governo.

Não podemos nos esquecer nunca dos anos de chumbo, desse tempo onde se vivia as torturas, o exílio, a morte, e as prisões sem fundamentos, e que não havia instrumentos jurídicos para se contestar, vez que se fechou o congresso e foi abolido o habeas corpus.

Portanto, prezados leitores, essa é uma data para que tenhamos vergonha, e nos desculparmos por todo o sofrimento que a nação passou.

Vangloriar a ditadura, em tempos de democracia, ainda mais nesse cenário instável que nos encontramos, é um ato muito perigoso.

Tempos de ditadura e totalitarismo, nunca mais.

Que possamos honrar a democracia com consciência de voto nas eleições que se avizinham.

Brasil, 01 de abril de 2022 , 660  mil mortes por COVID-19, e 13,9 milhões de desempregados, e epidemia da Influenza H3n2.

Por Paulo Henrique de Oliveira

Com a contribuição da Advogada Lívia Moura

Paulo Henrique de Oliveira é mestrando em administração pública, pós-graduado em direito administrativo, com MBA em gestão pública, extensões em ciências políticas, direito eleitoral e ciências sociais, e graduações nas áreas de administração de empresas, gestão de negócios, ciências políticas, e direito. É o Executivo do Podemos no Estado do Paraná, Ex Secretário de Saúde de Paranaguá, e atual Secretário de Saúde de Matinhos.

Continuar lendo
Publicidade