Connect with us

Instituto Histórico e Geográfico de Paranaguá

Traços do passado: As plantas do acervo do IHGP

O Instituto Histórico possui em seu acervo plantas representando a cidade de Paranaguá, prédios históricos, projetos arquitetônicos e obras de infraestrutura realizadas na cidade

Publicado

em

O Instituto Histórico possui em seu acervo plantas representando a cidade de Paranaguá, prédios históricos, projetos arquitetônicos e obras de infraestrutura realizadas na cidade. Algumas plantas da cidade trazem à luz os nomes de antigas ruas e avenidas, tais como, a rua Moscoso, a avenida Boulevard Serzedello, a Rua Scherer e a avenida Marques de Herval, que foram abertas ou melhoradas em virtude da transferência e construção do Porto Dom Pedro II.

Nas três primeiras décadas do século XX, diversas obras e melhoramentos urbanos são executados na cidade de Paranaguá. Verifica-se nesse período, a criação de novos arruamentos, avenidas, linha de bondes, obras de canalização de água e esgoto, construção de praças, chafarizes e mercados. Por outro lado, verifica-se também, uma efervescência cultural com a criação de teatros, a publicação de jornais e de revistas literárias e comerciais, que circulavam na cidade, mas também em outros espaços, trazendo estatísticas da movimentação do porto, propagandas, annuncios de empresas portuárias, venda de mercadorias, entre outros. A cidade cresce e se transforma num ritmo que se assemelha em muitos aspectos a de seu porto. Não por mero acaso, quando o porto se transfere, o crescimento urbano é intensificado no espaço às margens da baía, ou seja, nos bairros Rocio e recém-nomeado bairro Porto Dom Pedro II. Nesses bairros, a municipalidade, em diversos documentos, apontava a necessidade de abrir novas ruas e avenidas com o objetivo de ligar a cidade ao novo porto. Verifica-se também nessa documentação o quanto o traçado das margens foi modificado pelo ser humano, após diversos aterros realizados na cidade o traçado que antes era curvilíneo deu lugar a um desenho retilíneo e artificial.

Na biblioteca do IHGP toda essa documentação está sendo catalogada e digitalizada através do trabalho minucioso e profissional do Dr. José Maria de Freitas. O acervo cartográfico é  disponibilizado gratuitamente na biblioteca da instituição.

Priscila Onório Figueira

Historiadora/ Membro da Diretoria IHGP biênio 2019-2020