conecte-se conosco

Instituto Histórico e Geográfico de Paranaguá

NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO – PADROEIRA DE PARANAGUÁ

Publicado

em

Profª Lúcia Helena Freitas da Rocha

  Celebramos, neste dia 07 de outubro, a memória litúrgica de Nossa Senhora do Rosário, e o mês de outubro é conhecido como o mês do Rosário, pois Nossa Senhora ensina que, através da oração do rosário, venceremos o mal. 

 O mês de outubro é também conhecido como o mês missionário, pois Maria acompanha os missionários e, é através da oração e da companhia de Maria, que se faz a missão.

A festa litúrgica de Nossa Senhora do Rosário foi instituída pelo Papa Pio V, em 1571. Na ocasião celebrou-se a vitória dos cristãos na batalha naval de Lepanto.

Um dos primeiros nomes do povoado formado na costa brasileira, muitas léguas abaixo de São Paulo, em torno de uma pequena igreja, foi a Vila de Nossa Senhora do Rosário de Paranaguá.

A igreja, pelos registros históricos, é a primeira edificação católica,  construída no Paraná e a primeira no Brasil dedicada à Nossa Senhora do Rosário.

Em estilo colonial português, do século XVIII, a igreja matriz tem o primeiro marco de sua construção datado de 1578, ou seja, há 455 anos. É formada por quatro partes: nave, capela mor, sacristia lateral e torre.

A escolha de dedicar a primeira igreja do povoado à Santa Maria, Mãe de Jesus, sob o título de Nossa Senhora do Santíssimo Rosário, foi provavelmente dos primeiros habitantes e administradores europeus. Na época, os navegadores espalharam a notícia sobre a vitória da armada católica em Lepanto (Grécia). O sucesso da armada católica e seus aliados, nesta batalha naval, evitou que os turcos invadissem a Europa. No dia da batalha, 7 de outubro, houve uma procissão em Roma, com os fiéis rezando o terço e pedindo a intercessão da Senhora do Rosário. Desde então, esta data é comemorada por toda a Igreja.

Nossa Senhora libertou o mundo do sofrimento de perder a liberdade religiosa.

 Na história de Paranaguá também temos um relato de libertação ligada à oração do rosário.

Em Paranaguá, no ano de 1718, Nossa Senhora, com toda sua autoridade divina, salvou a população do local. 

Nas águas calmas do litoral paranaense, ao entardecer surgirá no horizonte, um navio que vinha carregado de prata e ouro, vindo do Chile. Navio esse que era espanhol e rumava para o velho continente. 

Mas ao seu encalço estava o navio pirata Bolorot, de bandeira francesa, que em seus porões também tinha grande quantidade de ouro e preciosidades. 

Vendo que a embarcação espanhola era mais rápida. O capitão pirata Bolorot, decide por atracar em Paranaguá, para reabastecer e prosseguir pela manhã atrás do navio cheio de tesouros. 

O porto era chamado com muito carinho de “Nossa Senhora”.

Mas a população da vila, sabendo que o navio atracado era de um pirata, e que eventualmente poderia atacar o lugar, temendo pelo pior, se refugiou na capela.

Eis que começaram a rezar o terço incessantemente pedindo o auxílio de Nossa Senhora. E ele não demorou a vir.

A padroeira, em socorro aos seus filhos, fez transformar a tarde calma numa tremenda tempestade. Tamanha foi a fúria do mar e dos céus, que sem tempo para qualquer manobra, o navio pirata foi arremetido com extrema ira aos rochedos da enseada. 

Ao amanhecer, a vila foi tomada por grande alegria: “Nossa Senhora do Rosário livrou a todos do mal!”

A história de Paranaguá, não tem como ser contada sem citar Nossa Senhora do Rosário e a velha Igreja Matriz.

 A primeira cidade do estado, chamada de Mãe do Paraná, tem desde sua origem uma Mãe divina: Nossa Senhora do Santíssimo Rosário!

Parabéns Paranaguá! Que Nossa Senhora do Santíssimo Rosário proteja e abra os caminhos de um lindo futuro para todo           

Que alegria saber que não estamos sós,
Que bom saber que olhas por nós,
Nunca nos abandona e vem em nosso socorro,
Não nos decepciona, porque somos seu povo.

Publicidade










plugins premium WordPress