conecte-se conosco

Instituto Histórico e Geográfico de Paranaguá

Mas quem és tu, mãe adorada e divina de Jesus?…

Durante todo o mês de novembro o IHGP tentou resumir a história que envolve a Festa de Nossa Senhora do Rocio

Publicado

em

Durante todo o mês de novembro o IHGP tentou resumir a história que envolve a Festa de Nossa Senhora do Rocio. Hoje, para encerrarmos o mês, levamos ao leitor algo sobre Maria, Mãe Universal da Humanidade. Difícil é resumir, pois há muito o que escrever. 

Ela vem ao nosso encontro através de inúmeros sinais e se faz presença confortadora em Nossa Senhora do Rocio, Padroeira do Paraná, que há mais de três séculos é venerada em Paranaguá. Como conter num minúsculo cálice a torrente de fé, gratidão, confiança, amor e esperança que brotam do coração daqueles que escolheram a Senhora do Rocio como sua Mãe, Protetora, Rainha, Amiga, Companheira de caminhada na dor e na alegria, nas dificuldades e anseios, na aflição e na paz, nas tempestades e nas calmarias?

Como expressar em palavras aquilo que preenche o ser, que tremula na voz emocionada, brilha nos olhos marejados de lágrimas e explode em palmas e louvores diante da Virgem do Rocio?

Ao meditarmos sobre a figura de Maria, Nossa Senhora de tantos nomes, tantos lugares, tantas cores, tantas graças, perguntamos: Quem é Maria Santíssima, por que ela é chamada assim?

Que inexplicável fascínio ela exerce sobre os povos, que vínculo extraordinário a une a tantos devotos do mundo inteiro? 

Maria, foi o mais belo exemplo de amor quando acolheu em seu ventre, o maior Anjo Guardião do Planeta Terra, Jesus, a Luz do Mundo: “Quem me segue, não andará nas trevas, mas terá o Luzeiro da Vida Eterna.” 

E Ela atendia a todos que o procuravam, mães infortunadas, todos os aflitos, os tristes abandonados nas estradas escuras da vida, enfermos, os desenganados do mundo, os desamparados e trôpegos, sempre tinha palavras de conforto para todos aqueles tristes e sozinhos no mundo, e dizia essas palavras que os confortavam: ” ISSO TAMBÉM PASSA “

Seus conceitos abrandavam a dor dos mais desesperados e desanuviavam o pensamento mais obscuro.

Virgem Senhora do Rocio, Mãe, Protetora e Rainha do Paraná, aqui estão os vossos filhos e filhas para invocarem o vosso santo nome e a vossa gloriosa proteção sobre o povo do nosso Estado. Abençoai as nossas famílias, os nossos governantes, as nossas crianças, a nossa juventude, os nossos idosos, os nossos pais e os nossos filhos. Abençoai os doentes e aflitos, os esquecidos pelo mundo onde a paz, o amor e a justiça dos homens ainda não se manifestaram.

Um feliz dezembro para todos! 

Sonia Machado

Historiadora e Diretora Secretária do IHGP

Continuar lendo
Publicidade

Em alta