Connect with us

Cultuando

A função do Historiador

No último dia 19, comemoramos o Dia do Historiador, uma belíssima e respeitável profissão de alguns conhecidos e caríssimos amigos.

Publicado

em

Arte pensante

“A História é a mestra da Vida”

No último dia 19, comemoramos o Dia do Historiador, uma belíssima e respeitável profissão de alguns conhecidos e caríssimos amigos. Catarina Oliveira, explica a função com clareza, ela é autora de um texto publicado no site infoescola.com que tomo a liberdade de reproduzir trechos. 

“O Historiador é o profissional encarregado de estudar, pesquisar e analisar os acontecimentos do passado e seus impactos e relevância para a época atual. Esses acontecimentos dizem respeito à sociedade, economia, cultura, natureza, espécies, ideias e demais circunstâncias pertencentes ao cotidiano do ser humano. O papel que esse profissional exerce é investigativo, analítico e crítico; feito através do resgate e compartilhamento de memórias importantes para a trajetória da humanidade. Para exercer a profissão é obrigatório portar diploma de curso superior em História em nível de graduação ou pós-graduação, oferecido por instituição de ensino superior devidamente reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). A maioria das graduações em História no país é ofertada em licenciatura, mas se o objetivo for trabalhar para empresas ou como pesquisador, o bacharelado é a opção mais apropriada. A rotina de um Historiador é permeada por diversos tipos de documentos pertencentes a diferentes épocas, como fotografias, manuscritos, filmes, objetos, selos, certidões, impressos, gravações e etc. O profissional é responsável por datar o fato ou o objeto estudado e assegurar sua autenticidade, analisando sua relevância e significado para a conexão dos fatos. Em suas atividades, selecionam os materiais, executam a devida classificação e relacionam os dados levantados em bibliotecas, estudos, entrevistas, pesquisas arqueológicas e outros meios. Também planejam, implantam e dirigem pesquisas históricas e serviços de documentação e catalogação, além de emitirem pareceres sobre temas históricos. A profissão requer perfil curioso, paciente, analítico, que goste de ler, seja imparcial e assuma uma postura de questionamento perante os fatos. Historiadores encontram muitas oportunidades de trabalho em instituições de ensino, públicas e privadas. Além da tradicional docência, existem outros campos de atuação: consultor de assuntos históricos para produções artísticas, elaboração de materiais didáticos, assessoria para turismo histórico, curadoria de museus, produção de livros didáticos e paradidáticos, organização de exposições e ações de preservação do patrimônio histórico são algumas possibilidades. O Historiador exerce uma missão que sempre será necessária e relevante, independente da época e progresso atingidos.