Connect with us

Crônicas

O Riso, o Raso e a Reza

Publicado

em

O Riso, o Raso e a Reza

“Precisa ser um ano mais leve”. Com essa frase, em meus pensamentos, acompanhei o ponteiro do relógio saltar de um minuto a outro e cravar meia-noite. Pronto, adentrei 2021 com um sorriso estampado no rosto. Um jeito gracioso de dar às boas-vindas aos próximos 365 dias.

Mas, como sei, que de nada adiantam as palavras se as atitudes não dão o ar da graça, decidi que a minha primeira leitura do ano seria de puro entretenimento e humor.

O título não poderia ser outro “O Riso, o Raso e a Reza”, do meu amigo Beto Pacheco, cumpre com louvor os requisitos e provoca aquela sensação gostosa de estarmos conversando lado a lado. 

Se estou aqui, hoje, escrevendo esta crônica, para uma coluna de jornal, devo boa parte dessa trajetória ao Beto. Ele foi o cara que, em 2011, me incentivou a continuar escrevendo e liberar meus textos para publicação. 

Beto e eu, em algum momento de nossas vidas, fomos capturados por esse gênero que tem a capacidade de descrever o dia a dia, de contar casos e aguçar o nosso olhar para o lado e perceber que o que está acontecendo ao nosso redor pode sim virar uma crônica. 

Em “O Riso, o Raso e a Reza”, Beto nos entrega trinta e seis textos de sua autoria e um bônus: a letra de uma música também autoral e que é nada mais, nada menos que o título do seu segundo livro. Sim, porque Beto quis ser pai literário pela segunda vez. O primeiro filho é “O fantástico mundo das quinquilharias”, lançado em 2013.

Humor é o seu carro-chefe. Duvido você não rir com a crônica “Orelha e eu”, em que o autor nos apresenta o cachorro Orelha e o que acontece nas hilárias fugidas do animal portão afora. Essa e tantas outras fazem parte deste livro que já começa nos encantando pela capa assinada por Fabiano Vianna, responsável também pelas ilustrações nas páginas.

Mas nem só de humor trata “O Riso, o Raso e a Reza”. Em “Carta para Tatára”, Beto escreve em prosa-poética e é aí que ele rasga o coração. Externa em palavras escritas a dor da perda, mergulha nas lembranças e no jorro das letras vai compondo um texto que, de alguma forma, é capaz de ir organizando o que lhe perfura o peito. Brotando saudade, ele escreve para Tatára: “Tua arte acendeu fogueiras nas geleiras curitibanas, véio”.

“O Riso, o Raso e a Reza” também traz esse poder de nos aquecer.

Leia também: A lista de botas

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.