Connect with us

Centro de Letras

Parque Infantil

Publicado

em

No dia do aniversário de Paranaguá, em 29 de julho de 1937, a cidade amanheceu em clima de festividade. Durante a madrugada foram ouvidos rojões e as ruas ficaram movimentadas desde cedo. A animação era intensa porque além de comemorar mais um ano de existência, Paranaguá também inauguraria o Parque Infantil Professor Décio Lobo na Praça João Gualberto, contando com a participação de uma comitiva de estudantes e autoridades de Curitiba, inclusive o governador Manoel Ribas.

Os curitibanos partiram no trem das sete horas, ocupando vagões especiais e exclusivos para a comitiva, a banda da Força Pública do Estado e autoridades, entre elas o governador. Do Centro Paranaense de Educação e da Escola Normal da capital, vieram os times de voleibol feminino e masculino e o de “Bola ao Cesto” masculino, com seus respectivos técnicos. Todos foram recebidos pela população e autoridades municipais na Estação Ferroviária.

Após a recepção, a multidão seguiu à praça para inauguração do parque e depois de sua fala, o prefeito de Paranaguá convidou o governador a cortar a fita. Ao som do Hino Nacional tocado pela banda curitibana e dos aplausos dos presentes, Manoel Ribas cortou a fita e inaugurou o Parque Infantil Professor Décio Lobo. O vereador Antônio Olympio de Oliveira realizou um belo discurso, assim como o diretor da Escola Normal de Paranaguá, professor Guilherme de Motta, o vereador Genaro Regis e o senhor Ruy Loyola. Em seguida, representando a “Infância paranaguense”, o inteligente menino Adolphinho Pereira Alves leu um “mimoso discurso”. Todos foram aplaudidos pela multidão. Realizada a inauguração, o parque foi aberto ao público e à “petizada”. Ainda antes do almoço, o governador Manoel Ribas, acompanhado da comitiva curitibana e das autoridades, visitou a Escola Normal de Paranaguá.

Por Alexandre Camargo de Sant’Ana

Leia também: Esporte na Praça

Continuar lendo