conecte-se conosco

Café com Lideranças

Folha do Litoral News recebe o arqueólogo Geraldo Hostin

Diretores do Centro de Letras acompanharam o palestrante

Publicado

em

O arqueólogo Geraldo Hostins esteve na tarde de terça-feira, 20, participando do “Café com Lideranças” da Folha do Litoral News, que promove um encontro com autoridades e personalidades de destaque de Paranaguá e do Estado para uma conversa informal sobre a região.

Na ocasião, foi recepcionado pelos diretores Antonio Saad Gebran Sobrinho e Jacqueline Guimbala.

Ele estava acompanhado da esposa, Denise, dos diretores do Centro de Letras de Paranaguá, presidente eleita, Gilka Borges Correia; vice-presidente, Ivan Lapoli Filho; Departamento Cultural do Club Litterário de Paranaguá, Marcelo José Cardozo Dias, Maria Tereza e dos escritores Altair Feltz e Abdul Assaf.

Geraldo Hostins foi o palestrante da reunião do Centro de Letras de Paranaguá Leôncio Correia, realizada na noite de terça-feira, 20, e comentou sobre o tema abordado durante a reunião do sodalício. “A minha palestra trata de um navio brasileiro que naufragou na Austrália, em 1888, e o nome da embarcação era Redemptora. Esse navio foi uma experiência do moinho Fluminense, dos irmãos Gianelli, que compraram este navio e o renomearam, provavelmente por causa da Princesa Isabel, pela data. Este navio saiu com destino a Adelaide e na costa da África passou por uma tempestade e ficou muito avariado. O capitão Casaveccia percebeu que não conseguiria chegar ao porto de Adelaide, e solicitou ajuda a Fremantle, que por coincidência é a cidade onde moro. O que me chamou a atenção, foi que estava fazendo este curso, e tive que fazer um estágio obrigatório. Fui ao museu na Austrália conhecido como a galeria dos naufrágios e o pessoal disse que para você trabalhar aqui precisa trabalhar em um naufrágio conhecido, e alguém me disse que poderia trabalhar o do Redemptora. Fiz o trabalho de tese. Vou passar algumas informações sobre o Museu de Naufrágios de Fremantle, Austrália Ocidental (Western Australian Museum/Shipwreck Galleries), onde fiz estágio. Vou mostrar como os naufrágios são preservados, usando alguns exemplos, entre os quais o navio Redemptora”, disse Hostin.

 

PALESTRANTE

Geraldo Hostin arqueólogo com especialização em arqueologia naval com Mestrado em Arqueologia Profissional, Universidade de Western Austrália (UWA), Perth, Austrália, onde também foi concluir sua pós-graduação

Publicidade










plugins premium WordPress