conecte-se conosco

Verão

Biblioteca Municipal mantém boa procura nas férias

Espaço oferece acervo de 15 mil livros e ambiente para leitura

Publicado

em

A Biblioteca Municipal Leôncio Correia continua mantendo bons índices nas estatísticas de visitação. Os dados são referentes aos últimos 15 dias e mostram que o espaço não perde para a Internet na contemporaneidade.

Cerca de 80 pessoas estiveram no local em busca de leitura e pesquisas. De acordo com a coordenadora da Biblioteca, Maria de Lurdes de Freitas Loyola, os motivos são diversos.

“Muitos vêm em busca de conhecimento por causa dos concursos públicos e outros por causa do vestibular. Quem utiliza a Biblioteca busca também leitura em um ambiente propício”, explica.

A era digital não reduziu a importância dos livros. Pelo contrário, muitos assuntos não são encontrados na Internet, principalmente quando são relacionados à história de Paranaguá.

A funcionária frisa, ainda, que não existe um perfil padrão do público.

“São pessoas de todas as idades, pois temos aqui três ambientes diferentes. As pessoas podem ocupar o recanto literário Alice Sato, que é um espaço ao ar livre, tem ainda o espaço de leitura que é um pouco mais reservado e o ambiente maior de pesquisas. Muitos estudantes fazem cursos a distância e vêm complementar os estudos na biblioteca”, ressalta.

O estudante João Victor Crisanto, de 18 anos, por exemplo, conta que prefere estudar no local por causa do ambiente adequado. No local ele pode consultar a Internet e os livros ao mesmo tempo, favorecendo uma pesquisa mais completa. O jovem é acadêmico do curso de Comunicação Social do Isulpar e nas férias manteve o ritmo de estudo.

Por ser uma biblioteca antiga, fundada em 1963, na gestão do prefeito Joaquim Tramujas, possui livros raros que só existem ali. Estas relíquias ficam dispostas em armário fechado com vidro para proteger dos efeitos corrosivos do tempo.

Uma das obras mais importantes foi doada pela  professora Sully da Rosa Vilarinho, com dedicatória em homenagem à poetisa Júlia da Costa. Trata-se do livro “Um Século de Poesias” publicado em 1959. Além desta obra, existem outras de igual valor que estão disponíveis para consultas.

A biblioteca possui um acervo aproximado de 15 mil títulos e funciona das 8h às 18h de segunda à sexta-feira. Existe também o serviço de empréstimo de obras literárias. Para isso é preciso fazer um cadastro, levando o RG, comprovante de residência e duas fotos 3 por 4.

Continuar lendo
Publicidade