conecte-se conosco

Utilidade Pública

Feira da Partilha inicia nesta terça-feira em Paranaguá

Evento acontece no Center Port entre os dias 22 e 31 de janeiro

Publicado

em

Mais de 200 tipos de produtos apreendidos foram doados pela Receita Federal 

Na terça-feira, 22, será iniciada em Paranaguá a Feira da Partilha, na qual serão comercializados mais de 200 tipos de produtos que foram apreendidos e doados pela Delegacia da Receita Federal de Paranaguá. O evento acontecerá das 13h às 20h no Center Port, localizado ao lado do Instituto Superior do Litoral (Isulpar). Os recursos obtidos com a venda dos itens serão partilhados entre entidades assistenciais atuantes no litoral que apresentam projetos aprovados pela Receita Federal. 

A feira ocorrerá do dia 22 até o dia 31 de janeiro, sendo que de segunda à sexta-feira o horário de funcionamento é das 13h às 20h e no sábado e domingo das 10h às 20h.

Segundo a organização, mais de 170 voluntários atuarão na feira, sendo que os produtos serão comercializados exclusivamente para pessoas físicas. A entrada custará R$ 5,00, sendo necessário aos participantes levar documentos com foto e Cadastro de Pessoa Física (CPF). “Através desta feira, mais de três mil pessoas serão diretamente beneficiadas, desde crianças a idosos, por meio dos projetos sociais que são desenvolvidos”, ressalta a organização.

Venda de produtos comercializados terá renda revertida para seis entidades assistenciais do litoral

Segundo Selma Camargo Meira, uma das participantes da Feira da Partilha e integrante do Projeto Ágape, o evento surgiu no ano de 2001, sendo que ocorreu por alguns anos em Paranaguá, mas posteriormente passou a ser um repasse para algumas entidades específicas do litoral. “Neste momento, a intenção é agrupar estas instituições que possuem necessidades, que começaram a construir algo e não conseguiram terminar, que precisam de reformas, então há esta possibilidade com a Feira da Partilha”, explica, destacando que seis entidades do litoral serão atendidas neste momento. 

“É uma oportunidade que as entidades têm de atender suas necessidades, todas entregaram suas propostas de trabalho que foram apreciadas e posteriormente haverá prestação de contas dos recursos recebidos e utilizados para a Receita Federal”, explica Selma Meira. 

PRODUTOS DE QUALIDADE

Segundo ela, há produtos diversificados que estarão à venda para a população, entre eles itens eletrônicos como videogames, Iphones, bem como perfumes, mantas, material de pesca, entre outros. “São mais de 200 produtos que estarão sendo comercializados nestes dias”, explica. “São itens que são apreendidos pela Receita Federal por entrar de forma ilegal, sendo que seriam destruídos. Então, agrupá-los para atender as necessidades, penso que nós como entidades ganharemos muito com isso”, finaliza Selma Meira. 

Feira acontece no Center Port, localizado na Avenida Coronel José Lobo
 

Publicidade






Em alta

plugins premium WordPress