conecte-se conosco

Utilidade Pública

Aumenta a procura por limpeza de túmulos

Administrador Wanderson conta que a procura aumentou muito

Publicado

em

Cidadãos têm até o dia 31 para efetuar melhorias em jazigos

Os permissionários que possuem túmulos no cemitério devem ficar atentos ao prazo para reformas, pinturas e limpezas das sepulturas antes do feriado de finados. De acordo com a administração do Cemitério Nossa Senhora do Carmo, as pessoas têm até o dia 31 de outubro para realizar as ações de manutenção. A mesma medida é estendida ao Cemitério São Benedito, na Vila São Vicente.

O prazo também é o mesmo para quem pretende fazer a reforma de túmulos. Nesse caso, apenas para quem já teve o pedido liberado.

“As limpezas são diárias e aumentaram muito de uns dias para cá por causa do feriado de finados”, conta o administrador do Cemitério, Wanderson Neves Santos. Para fazer reformas de túmulos, é preciso retirar um formulário na administração do cemitério e protocolar na prefeitura tendo em mãos os documentos do terreno. “Essa exigência está sendo feita porque antigamente as pessoas chegavam aqui e mexiam em sepulturas sem autorização dos demais familiares, gerando muita reclamação. Hoje isso representa uma infração, que acarreta em multa”, explica o administrador.

 Vilarinho de Felix, foi colocar a placa do irmão no tumulo da familia

O motorista aposentado, Vilarinho de Felix, de 81 anos, conta que sempre cuidou do túmulo da família. Ele estava no local para colocar uma placa com a fotografia do irmão que faleceu este ano. “Esta é a nossa última morada, o descanso eterno, por isso merece toda nossa atenção e cuidado”, conta.

FATO CURIOSO

O Cemitério Nossa Senhora do Carmo é cheio de histórias e quem relata muitas delas é Moacir Gonçalves, de 64 anos, o qual atua como coveiro no local desde 1978.    Apesar de tanto tempo trabalhando diretamente com a morte, ele ressalta que ainda sente tristeza na hora do sepultamento. “É uma coisa que a gente não se acostuma porque a dor mexe com a gente, principalmente quando estamos sepultando crianças. Até a gente se emociona”, aponta.

Limpezas e reformas devem ser feitas até o dia 31

Entre as histórias contadas por seu Moacir, uma delas é bem curiosa. “Há uns 20 anos, fomos abrir um túmulo de um senhor que tinha sido sepultado há 16 anos, e para nossa surpresa ele estava inteiro. Parecia que tinha morrido naquele mesmo dia, pois estava até com a barba. Enterramos de novo”, recorda ele que contabiliza ter feito mais de 15 mil sepultamentos no local.  

O Cemitério possui cerca de cinco mil túmulos. Acumula ao longo de quase dois séculos aproximadamente 60 mil sepultamentos.  

Em função de seu tamanho e importância histórica, recebe diariamente centenas de visitantes. “Além de familiares que têm seus entes queridos sepultados aqui, existe também a procura por parte de pesquisadores e professores, pois temos inúmeros túmulos históricos”, explica o administrador.

Moacir, coveiro, há 40 anos, conta várias histórias sobre o local

Continuar lendo
Publicidade