Connect with us

Trânsito

População fala sobre mobilidade na Avenida Belmiro Sebastião Marques

Previsão é que as obras sejam concluídas em abril de 2017

Publicado

em

O que chamou a atenção dos moradores que acompanham o andamento da obra da Avenida Belmiro Sebastião Marques é a presença de postes de empresas de telefonia e energia elétrica que podem atrapalhar a acessibilidade a deficientes visuais e cadeirantes. O secretário municipal de Obras, Renan Amates, explica como fica esta situação e o que está realmente previsto para a obra, que tem previsão de ser finalizada em abril de 2017.

A assistente social Camila Valentim Schereder acredita que as obras foram mal projetadas. “Há postes no meio do caminho e isso não faz sentido. É um completo descaso. Além disso, o deficiente visual ainda tem que passar por cima de bueiros. Cadeirantes não terão condições de passar, pois há espaços muito pequenos”, disse. “Deveriam ter visto a viabilidade das coisas. E as leis de inclusão, onde ficam? E o direito de ir e vir?”, indagou Camila. 

Outro ponto destacado por Camila é a maneira em que se encontra o trecho de ciclovia que já está pavimentado. “A ciclovia está desajustada e muitos ciclistas estão usando de forma errada. Alguns acham que a guia para deficiente é a ciclovia, não sabem que não está pronta ainda. Imagina um deficiente visual passando e os ciclistas no mesmo local?”, observou a assistente social.

 


Um trecho de ciclovia ainda precisa ser finalizado

 

Lusana Goreti Smanioto, que possui um comércio na via, aprovou a questão da acessibilidade e a obra como um todo, mas chamou a atenção para a ciclovia. “A única coisa que não achei legal foi a ciclovia. Fizeram de acordo com o relevo da calçada e não ficou reta. Acho que deveriam ter seguido o asfalto, mas ao todo ficou muito boa a via. Durante a obra teve um pouco de transtorno, porque para quem tem comércio, prejudicou. Sofremos muito com o pó, mas valeu a pena”, opinou a comerciante.

 

OBSTÁCULOS

Um dos itens que ainda precisam ser finalizados é um trecho de ciclovia que se inicia no Hospital João Paulo II e segue por mais algumas quadras. Além da colocação dos pontos de ônibus. O secretário municipal de Obras, Renan Felipe Amates, deu uma explicação quanto aos obstáculos que possam atrapalhar a mobilidade na via. “A obra não foi recebida pelo município, ela ainda está em andamento. Algumas pendências como os postes no meio do caminho ainda serão regularizadas, pois o serviço ainda não foi entregue. Após a entrega da obra serão tomadas as medidas cabíveis. Mas, temos que ver que quando se trata de órgão público há muita morosidade”, afirmou.

 


Prefeitura aguarda licença ambiental do IAP para remover árvores da via

 

Já nos locais onde há árvores no caminho, o secretário disse que é preciso aguardar uma licença ambiental do IAP (Instituto Ambiental do Paraná) para que elas possam ser derrubadas e liberar a passagem. Em alguns pontos, a guia para deficientes visuais contorna os postes. “Estas não serão alteradas. Neste caso, elas já estão no projeto”, frisou o secretário.

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.