Connect with us

Trânsito

Falta do cartão do Perto gera 50% das notificações no Centro

Dados de janeiro a junho mostram que 1.194 pessoas foram autuadas

Publicado

em

Uma das mais corriqueiras infrações de trânsito em Paranaguá é o estacionamento em local onde existe o Programa de Estacionamento Regulamentado (Perto). Nestes locais, em que os motoristas são obrigados a deixar o veículo com o cartão do Perto visível no painel, o desuso levou a 1.194 autuações somente no primeiro semestre deste ano. O mês de maio foi o de maior aplicação de notificações, com 377 situações.

Segundo o Departamento Municipal de Trânsito, a falta do Perto nos veículos representa 50% do total das notificações aplicadas de janeiro a junho pelos agentes de trânsito da Guarda Civil Municipal (GCM). Isso porque, a quantidade de notificações relacionadas ao estacionamento de veículos na cidade atingiu 2.199 no primeiro semestre, o que incluiu notificações envolvendo situações em desacordo com a sinalização do local; estacionamento irregular em vagas para veículos de carga e descarga; estacionamento em vagas para táxi, além de estacionamento em vagas para idosos ou pessoas portadoras de necessidades especiais sem a devida comprovação de que se trata de um condutor beneficiário à vaga.

De acordo com os agentes de trânsito, muitos motoristas deixam de fazer a aquisição do cartão do Perto por acreditar que o tempo entre o estacionamento e a saída do local estacionado será pequeno.

A subdireção de trânsito do Demutran destacou que as notificações não representam o total de multas aplicadas, uma vez que a regularização da eventual notificação pode ser feita em datas posteriores. Isso porque, quando a notificação é referente à ausência do cartão Perto, a pessoa tem o prazo de até três dias úteis para se dirigir ao módulo do Perto, localizado em frente ao Palácio do Café, e efetuar o pagamento de R$ 15. No mesmo instante, segundo a nova lei do Perto em Paranaguá, o condutor recebe um talonário do Perto com dez folhas.

 

Continuar lendo