conecte-se conosco

Segurança

Cursos especiais preparam bombeiros do Paraná para situações extremas

Busca e salvamento exigem dos bombeiros bom preparo físico por causa do terreno e peso dos materiais.

Publicado

em

Uma busca que exige mergulhos em locais profundos, salvamento em áreas remotas ou em montanhas, resgate a pessoas soterradas. Estes são alguns exemplos de situações extremas que exigem uma atuação especializada do Corpo de Bombeiros. No Paraná, os profissionais passam por treinamentos especiais que os preparam para agir de forma rápida e eficiente sempre que precisam atender situações complexas, muito além do combate a incêndios.

Foi o que aconteceu no início do ano, quando uma equipe do Corpo de Bombeiros do Paraná foi destacada para ajudar nas buscas de vítimas da tragédia de Brumadinho, em Minas Gerais. Além de peritos e profissionais da Defesa Civil, a equipe também contou com militares com formação no curso de Busca e Resgate em Estruturas Colapsadas (BREC).

Este é um exemplo de formação específica dos bombeiros paranaenses. A capitã Rafaela Diotalevi, chefe da comunicação social da corporação, explica que as instruções de nivelamento são constantes e feitas por toda a tropa para aperfeiçoar o atendimento do dia a dia.

“Já os cursos especiais são oferecidos esporadicamente e abertos para participação de bombeiros de todo o Estado, que passam por um concurso interno para fazer a formação”, explica Rafaela. De acordo com ela, a especialização também é critério para avanço na carreira.

DEDICAÇÃO EXCLUSIVA

Cada curso desses exige estrutura específica, ambientes variados e dedicação exclusiva do bombeiro durante o período de formação, que podem durar de duas semanas até quatro meses ininterruptos. Além do BREC, o Corpo de Bombeiros do Paraná já ofereceu especializações de Mergulhador Autônomo; Socorro em Regiões de Montanha e Áreas Remotas; e de Negociador, e estuda oferecer também uma especialização para Operações com Cães.

O major Daniel Lorenzetto, comandante do Grupo de Operações de Socorro Tático do Corpo de Bombeiros (GOST) e um dos instrutores dos cursos, explica que todas as ocorrências dos Bombeiros demandam algum tipo de especialização. “A gente atua em ambientes de difícil acesso, com riscos elevados para o operador. Por isso é importante capacitar o efetivo para que ele não entre em uma situação para a qual não tenha um conhecimento prévio, para que ele não se torne mais uma vítima ou não seja eficiente no salvamento”, afirma.

BOX

Confira os cursos e as situações em que podem ser aplicados

MERGULHADOR AUTÔNOMO

Uma prova de crime que é jogada em um lago profundo ou um acidente com vítimas em uma represa. O curso de Mergulhador Autônomo capacita os profissionais a fazerem operações de busca aquática, principalmente em locais de grande profundidade.

O Corpo de Bombeiros já formou cinco turmas de operadores nesta modalidade, com duração de cerca de dois meses. Por ser uma atividade de alto risco e difícil de ser operacionalizada, esse tipo de operação exige um nível profissional bem elevado. O militar precisa se adaptar ao meio líquido e ter boa capacidade fisiológica, sendo que todo o conhecimento é necessário para atuar de forma segura e o mais rápido possível.

O treinamento é feito em diferentes fases e ambientes e percorre todas as regiões do Paraná. Os alunos também são enviados para o litoral de São Paulo e do Rio de Janeiro para simulações em navios naufragados, incluindo o que pertence ao Grupamento de Mergulhadores de Combate da Marinha Brasileira.

SOCORRO EM REGIÕES DE MONTANHA E ÁREAS REMOTA

 A Serra do Mar paranaense é um dos lugares preferidos para a prática de montanhismo no Estado. Mas a aventura pode se tornar perigosa caso o montanhista se perca ou fique ferido durante a escalada. Foi pensando nisso que o Corpo de Bombeiros formatou o curso de Socorro em Regiões de Montanha e Áreas Remotas, que já teve seis edições.

A formação habilita o profissional para fazer a busca e o socorro em meio a montanhas, prática que difere de um salvamento vertical em ambiente urbano (em tentativas de suicídios, por exemplo). Inclui técnicas de escalada, rapel, carregamento de maca, operação com cães, aeronaves e equipamentos específicos.

A busca e salvamento nessas situações exigem dos bombeiros bom preparo físico, por causa do terreno e pelo peso dos materiais, boa escalada e que estejam bem psicologicamente para aguentar ficar nesse ambiente por vários dias até completar a missão. Em alguns casos, as buscas envolvem cães e aeronaves. Em outros, o cuidado maior é com a retirada de uma pessoa ferida.

Fonte: AEN
Fotos: Divulgação/ Corpo de Bombeiros do Paraná

Continuar lendo
Publicidade

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.