Connect with us

Segurança

Alavancado por Paranaguá, litoral registra aumento de 3% de homicídios em 2018

Paranaguá e Guaraqueçaba contabilizaram aumento de homicídios dolosos, entretanto maior parte dos municípios da região apresentaram queda acentuada de mortes violentas (Foto: Divulgação)

Publicado

em

Paranaguá registrou aumento de 47% de homicídios dolosos no ano passado

A maioria dos municípios litorâneos, entre eles Guaratuba, Matinhos, Antonina, Morretes e Pontal do Paraná, registrou queda considerável de homicídios em 2018, segundo relatório da Secretaria de Estado da Segurança Pública e Administração Penitenciária (SESP-PR), algo que vai de encontro à queda de mortes violentas registradas no Paraná. Entretanto, puxado pelo ano “sangrento” de 2018 em Paranaguá, maior município da região, onde se contabilizaram 65 homicídios e um aumento de 47% nas mortes em 2018 em comparação a 2017, o litoral do Paraná acabou registrando um acréscimo de 3% de homicídios dolosos no ano passado. 

Ao todo, o aumento de homicídios dolosos no litoral foi registrado com a passagem de 106 casos em 2017 para 110 em 2018. O relatório aponta um acréscimo considerável de homicídios em Paranaguá, visto que em 2017 houveram 44 mortes dolosas no município, enquanto em 2018 se registraram 65, um aumento de 47% só no contexto parnanguara. Em Guaraqueçaba, não foi registrada nenhuma morte em 2017, já em 2018 um homicídio foi contabilizado. As duas cidades foram as únicas no litoral com acréscimo de homicídios no ano passado, segundo o relatório da SESP. 

Todos os outros cinco municípios registram redução de mortes violentas na região, sendo que Morretes chegou a zerar o número de  homicídios no ano passado, visto que em 2017 registrou um assassinato e em 2018 nenhum. Antonina segue na segunda colocação, com diminuição de 66% dos homicídios, passando de três óbitos (2017) para um contabilizado no ano passado. Pontal do Paraná foi o município com terceira maior redução (33,3%), diminuindo o índice de 12 assassinatos em 2017 para 8 em 2018. Guaratuba contou com uma redução de  29,1% de mortes violentas, com 24 mortes registradas em 2017 e 17 em 2018. Por fim, Matinhos contabilizou a redução de 18% no número de assassinatos, de 22 mortes violentas em 2017 para 18 no ano passado.

PARANÁ REGISTROU REDUÇÃO DE 10% DE HOMICÍDIOS DOLOSOS

De acordo com a SESP-PR, houve queda no número de homicídios dolosos em todo o Paraná. “Em 2018 foram 1.955 casos, o menor índice desde 2007, ano em que os dados começaram a ser contabilizados oficialmente. A redução é de 10,6% em comparação a 2017, que registrou 2.187 ocorrências e era até então o menor número do período. Em relação a 2007, o resultado do ano passado representa queda de 26%. A taxa de homicídios por 100 mil habitantes foi de 17,22.  Em 2017, a taxa foi de 19,26%”, informa a Assessoria do Governo do Estado. Os dados foram divulgados pela Coordenadoria de Análise e Planejamento Estratégico (Cape) da Secretaria da Segurança Pública e Administração Penitenciária, nesta terça-feira (26).

“Certamente um dos fatores que contribuíram com a redução da criminalidade no Estado, principalmente dos homicídios, é a integração entre as polícias e todos os outros órgãos que compõem a segurança pública”, ressalta o secretário de Estado da Segurança Pública e Administração Penitenciária, Luiz Felipe Carbonell.

Paranaguá e Guaraqueçaba contabilizaram aumento de homicídios dolosos, entretanto maior parte dos municípios da região apresentaram queda acentuada de mortes violentas (Foto: Divulgação)

“De um lado, a prevenção à criminalidade feita pela Polícia Militar e de outro a investigação criminal feita pela Polícia Civil que se somam ao trabalho da Polícia Científica e outros atores, sempre num todo em prol da comunidade paranaense”, disse ele. A integração é uma orientação do governador, Ratinho Júnior, que está empenhado em investir em segurança pública para que os cidadãos de bem do Paraná possam andar tranquilos pelas ruas”, completa Carbonell. 

Ainda segundo o relatório, “as maiores reduções ocorreram na 20ª Área Integrada de Segurança Pública (AISP) de Londrina (-46%), com cinco municípios; seguida da 11ª AISP de Cascavel (-30%), com 22 cidades; da 19ª AISP de Rolândia (-24%), com 16 municípios; da 18ª AISP de Apucarana (-22,5%), com 26 cidades e da 23ª AISP de Jacarezinho (-21,8%), com 22 municípios da região”, informa a assessoria.

OPERAÇÕES CONJUNTAS PARA REDUÇÃO DE MORTES NO PARANÁ

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Péricles de Matos, explicou que a redução da criminalidade em todo o estado do Paraná é resultado de diversos aspectos. “Operações conjuntas com a Polícia Civil, a intensificação das operações da Polícia Rodoviária Federal e Rodoviária Estadual, dos batalhões da PM que atuam no estado. Juntos, formam um efeito sinérgico que eleva o Paraná dentro do panorama nacional, proporcionando um cenário favorável de redução, principalmente dos homicídios”, completa.

De acordo com delegado-geral da Polícia Civil, Silvio Rockembach, dois fatores contribuíram para a redução de homicídios ao longo dos anos. “O primeiro foi a intensificação e o combate sistemático ao tráfico de drogas, pois sabemos da estreita relação existente entre tráfico e homicídios, e o segundo fator importante foi o aumento do percentual de elucidação desses crimes pela Polícia Judiciária, pois na medida em que a equipe soluciona mais ocorrências acaba desestimulando a prática de novos homicídios”, finaliza. 

 

Com informações da AEN.

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.