Connect with us

Festa de Nossa Senhora do Rocio

Padre Joaquim Parron destaca diálogo com Poder Público e empresas para fortalecimento do Santuário

No dia 10 de outubro, reitor estará na Câmara de Paranaguá

Publicado

em

O padre Joaquim Parron, reitor do Santuário do Rocio, junto ao Irmão Jorge Tarachuque, Missionário Redentorista responsável pela administração do polo religioso, destacou a abertura do diálogo com o Poder Público e o setor empresarial em prol da valorização e estruturação do Santuário e do seu entorno. Padre Parron ressaltou não só o viés religioso do Santuário do Rocio, como também frisou a importância histórica, turística e cultural do local e da Festa do Rocio, que é declarada bem imaterial da humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Histórico Nacional (Iphan)

Segundo o padre Joaquim Parron, serão feitas três reuniões neste primeiro momento: com a empresa Moinho Iguaçu, com a Câmara Municipal e com o Ministério Público do Paraná (MPPR), as quais têm a intenção de fortalecer o nome do Santuário e propiciar melhorias nos acessos viários para a Igreja, Um dos encontros mais importantes será na Câmara de Vereadores, no dia 10, após abertura do plenário pelos vereadores da Casa. 

"A intenção é demonstrarmos que a nossa parceria com o Poder Público e Privado consolidará ainda mais o Santuário a nível de estado e nacional. Hoje trazemos mais de 100 mil pessoas à procissão, no entanto queremos aumentar a referência de espiritualidade e de turismo religioso de Paranaguá”, comenta. 

Além disso, na terça-feira, 3, os administradores do Santuário do Rocio tiveram uma audiência com a empresa Moinho Iguaçu para melhorar o entorno do local e o próprio prédio histórico. “Em breve também conversaremos com o MPPR, com o intuito de que melhorias estruturais sejam feitas no nosso entorno. O bairro do Rocio foi muito populoso no passado, no entanto se tornou uma área com grande presença industrial, onde foi meio que deixado de lado. Estas três reuniões iniciais têm a função de solidificar uma união de forças em prol do nosso polo religioso neste momento de reencantamento dos parnanguaras com o Santuário”, complementa. 

“A Congregação dos Missionários Redentoristas, que administra o Santuário junto ao bispo diocesano, dom Edmar Peron e com todos os bispos do Paraná, possui uma missão de preservar o que se tem e ir além disso, promovendo de fato melhorias no entorno e que o Santuário se torne uma casa de acolhida ainda melhor para os fiéis. Para quem tem fé, é uma casa de Deus, para quem não tem fé que seja um lugar para que se possa fazer o turismo e valorizar nossa cultura”, explica o reitor. “Faz carte da cultura do povo parnanguara e do Paraná que se comemore a Festa do Rocio na primeira quinzena de novembro”, complementa.

 

MELHORIAS

“Além disso, estamos realizando uma restauração na cor original do Santuário do Rocio, com foco nos dois séculos de história. Este espaço de peregrinação deve ser um local ainda melhor e lindo, sendo que o Santuário já é um local privilegiado, mas imagine este espaço bem cuidado, com um portal merecido, acolhendo os fiéis, tudo isso potencializa o que todos querem, que é consolidar o Santuário como local de participação popular e para se sentir bem, como exemplo do Santuário de Madre Paulina em Nova Trento, em Santa Catarina”, comenta o Irmão Jorge Tarachuque. “Em Nova Trento foi a união da Igreja com o Estado e município que propiciou uma estruturação do Santuário. A nossa intenção é a mesma, em virtude da importância da Nossa Senhora do Rocio como padroeira do Paraná, a única no Brasil com decreto papal e texto de Lei sancionado pelo governador Jaime Canet”, complementa padre Parron.

 

PADROEIRA OFICIALIZADA PELO PAPA

Entre os títulos concedidos ao Santuário do Rocio por Lei, consta que ele foi decretado como polo estadual do turismo em 1999, sendo que a Festa do Rocio faz parte do calendário municipal e estadual de eventos, algo garantido por normas respectivamente em 2007 e 2014. “O Poder Público pode investir aqui amparado por Lei. Queremos que o Poder Público, tanto federal, municipal e estadual, preste atenção nestas leis e melhore o entorno. Se fizermos estas melhorias Paranaguá tem muito a ganhar. Já vivemos isto nas romarias a cada terceiro domingo de mês, trazendo turistas do interior paranaense, beneficiando continuamente o turismo, o comércio e o município”, acrescenta o reitor. 

“Nossa Senhora do Rocio, desde 1977, por decreto do papa Paulo VI e por Lei do ex-governador Jaime Canet, é a única padroeira oficializada no Brasil pelo Governo Estadual e por decreto papal. Este é um tesouro que precisa ser explorado, sendo que neste ano, em 6 de novembro, fará 40 anos da oficialização da Mãe do Rocio como padroeira do Estado pelo Papa e pelo governador”, afirma padre Joaquim Parron. 

 

SHOW DE ABERTURA 

Segundo o padre Joaquim Parron, nos últimos anos a parte coberta da Festa do Rocio sempre teve cerca de 5,8 a 5,9 mil metros quadrados, algo que será melhorado na comemoração de 2017. “Neste ano, iremos ampliar a área coberta, acrescentando mais 2 mil metros quadrados de espaço com cobertura, totalizando 7,8  mil metros quadrados, algo fechado com empresa responsável em contrato. Isto melhorará a estrutura da festa”, comenta. 
Outra nova informação repassada pelo reitor é que o show de abertura da Festa será feito pelo ícone religioso nacional e da música cristã, padre Robson de Oliveira, no dia 5 de novembro, às 16h30. “A missa dele realizada aos domingos, às 16h30, possui 2,5 milhões de telespectadores na Rede Vida, segundo o Ibope. Ele fará a abertura da festa na parte religiosa. A hora que anunciarmos oficialmente sem dúvida trará caravanas do Brasil inteiro. Este ano, a festa deverá ser ainda maior com um número ampliado de pessoas participando”, destaca o reitor do Santuário

 

PARCERIA COM O MUNICÍPIO

“Em 2017, prevemos uma festa maior que em anos inteiros, algo que gera mais turismo e renda ao município. A Festa do Rocio em si mesmo não dá uma grande margem de lucro financeiro ao Santuário, visto que toda a nossa estrutura nós que pagamos, só a parte de barraca custa R$ 300 mil, sendo que a parte de montagem e a elétrica geram gastos de R$ 50 mil, ou seja, temos um custo muito alto. Neste sentido, existe o fato de que o prefeito Marcelo Roque se comprometeu a arcar com a parte estrutural da festa em 2018, após isto entrar no orçamento municipal, sendo que temos Lei garantindo a validade desta parceria”, afirma padre Parron, o qual fez questão de agradecer ao secretário municipal de Cultura e Turismo, Harrison Camargo o apoio à festa. “Neste ano, a Secretaria Municipal de Cultura colaborará com os shows do evento. O Festival de Primavera do Litoral, também organizado pelo município, de 7 a 12 de novembro no palco da Festa do Rocio. Isto demonstra uma soma de forças em prol da festa, do município e do nosso turismo”, finaliza o reitor do Santuário do Rocio. 

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.