Connect with us

Festa de Nossa Senhora do Rocio

Festa de Nossa Senhora do Rocio é considerada patrimônio imaterial pelo IPHAN

Nossa Senhora do Rocio tem atraído fiéis de várias partes do País com comprovações dos milagres recebidos

Publicado

em

Em 1977, a Assembleia Legislativa do Paraná declarou Nossa Senhora do Rocio como padroeira oficial do Estado do Paraná. Já em 1999, o Santuário tornou-se polo do turismo religioso do Paraná pelo governo do Estado na época. Em 2007, a Festa em louvor à padroeira entrou no calendário do município e, em 2014, entrou no calendário oficial do Estado. Uma lei é complementar a outra e mostra o quanto a devoção a Nossa Senhora do Rocio é emblemática a todos os paranaenses e como a história reconheceu a devoção dos fiéis ao longo dos anos.

A data de construção do Santuário se confunde com a data da primeira festa, em 1813. De lá para cá, muitos devotos passaram por Paranaguá e puderam admirar a igreja voltada para o mar e erguida em prol da fé das pessoas a Nossa Senhora do Rocio. O número de participantes só cresceu ao longo dos anos e hoje recebe, mesmo fora do período da festa, devotos de diversas partes do País e do mundo, os quais fazem questão de visitar o local em razão da sua importância histórica e religiosa. 

A igreja faz parte do complexo histórico de Paranaguá. Neste ano, isso foi ainda mais reforçado com o reconhecimento pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) da Festa de Nossa Senhora do Rocio como patrimônio imaterial de Paranaguá. No entanto, o processo começou em 2013, quando o Iphan contratou uma empresa para verificar quais os bens imateriais do litoral paranaense que deveriam ser considerados. O mais lembrado pela população foi a Festa de Nossa Senhora do Rocio, o que trouxe muita alegria para todos os que contribuem com a organização e participam da festividade anualmente.

“O fandango também já está registrado como bem imaterial de Paranaguá, mas o que mais apareceu na pesquisa, em primeiro lugar, foi a Festa de Nossa Senhora do Rocio. A própria população fez essa escolha, partiu de fora para dentro do santuário”, comemorou o missionário redentorista e reitor do Santuário de Nossa Senhora do Rocio, padre Joaquim Parron.

Com isso, a associação do santuário poderá receber recursos federais, estaduais e municipais, ajudando ainda mais no crescimento dessa história de amor e devoção. “O projeto final pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) ainda está em fase de encaminhamento, mas a festa já é considerada um bem imaterial”, frisou padre Parron.

 

FÉ, TURISMO E CULTURA

Uma das consequências já pode ser observada neste ano, quando uma empresa que irá se instalar nas imediações do Santuário precisou se responsabilizar em não poluir o espaço da festa e o trajeto da procissão solene. O contrato firmado com o Santuário ainda contempla a manutenção da igreja e também durante todo o ano o bairro do Rocio. Caso contrário, a empresa correrá o risco de ser multada. “Isso só foi possível por ser um bem protegido pelo Iphan”, disse o padre Parron.

 


Primeira festa foi realizada em 1813 e, desde então, só tem motivado os devotos para a vivência da fé

 

Os moradores no bairro Rocio também serão beneficiados com o reconhecimento, podendo receber, por exemplo, melhorias na infraestrutura e aumento dos serviços de limpeza pelas empresas que atuam na região. Segundo o reitor do Santuário, há bons exemplos em todo o País. “Há pesquisas que constataram em vários lugares do Brasil que a região foi valorizada após ter um bem imaterial reconhecido pelo Iphan. Quem ganha, de fato, é o bairro e a população do entorno”, frisou padre Parron. “Hoje, a festa do Rocio ganha três dimensões, a parte da fé e da devoção, a do turismo religioso e também como um objeto cultural. Hoje o evento é também um bem cultural”, completou o reitor.
 

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.