conecte-se conosco

Festa de Nossa Senhora do Rocio

Coordenação apresenta balanço da 204.ª Festa do Rocio

Festividade teve crescimento de aproximadamente 30% nesta edição

Publicado

em

A coordenação da 204.ª Festa Estadual de Nossa Senhora do Rocio realizou na tarde de terça-feira, 28, uma coletiva de imprensa para apresentar a avaliação geral e balanço, como forma de dar transparência ao evento.

 

 

Estavam presentes o missionário redentorista e reitor do Santuário do Rocio, padre Joaquim Parron, o coordenador geral da festa, Milton Araújo, e o administrador da Festa do Rocio, Adan Carlos Silva.  

Padre Parron destaca que a festa em louvor a Nossa Senhora do Rocio teve um crescimento de aproximadamente 30% nesta edição. “Fizemos uma avaliação positiva da festividade na parte comercial, cultural e religiosa, esta sendo a parte prioritária do evento, trazendo muitas pessoas ao Santuário e evangelizando”.

“Na área cultural, foi o momento de valorizar a cultura parnanguara com shows locais, com destaque para músicas do litoral, bem como os shows estaduais e nacionais. Já no social, também avaliamos como positiva, porque valorizou o comércio da cidade, pois conforme colocado pelo coordenador geral da Festa, impactou no comércio, gerando riqueza e recursos financeiros. Na síntese, a festa foi muito positiva, pois além de promover o turismo religioso promoveu o comércio em geral na cidade”, completa Parron.

Milton Araújo avalia que a parte comercial foi um sucesso.  “Iniciamos os trabalhos em agosto, momento que vocês estiveram conosco, e neste período nos apoiando e conseguimos um ótimo resultado, de pessoas que por aqui passaram, pois nestes 15 dias de festa tivemos mais de 500 mil pessoas visitando o Rocio. Tivemos um valor de arrecadação líquida de R$ 485.482, com vendas de pontos comerciais, promoção de prêmios, salão social, venda de camisetas, aluguel do espaço para o parquinho e patrocínios de empresas. Então esse foi o lucro nesta edição, mas dentro do projeto para 2018, ainda vamos precisar mensalmente arrecadar em torno de R$ 60 mil para poder realizarmos os projetos que estão sendo programados para o próximo ano”, destacou o coordenador, informando que a organização já inicia os trabalhos para a festa de 2018, para que o Santuário tenha uma arrecadação melhor.

 “O Santuário do Rocio está fazendo a sua parte trazendo a Paranaguá romeiros e peregrinos, e estamos buscando a contrapartida dos órgãos municipais, estaduais e federais, para que façam sua parte e de infraestrutura para os devotos, que não ficam apenas no Santuário do Rocio, mas visitam a baía de Paranaguá, bem como a cidade, conhecem o centro histórico e seus casarios, e, consequentemente, acabam passando pelo comércio. A devoção à Mãe do Rocio, além da fé, que é a parte que mais nos interessa, também movimenta a cidade e o litoral do Paraná”, enfatiza padre Parron.   

 

Publicidade






Em alta