Connect with us

Polícia

Polícia Civil localiza empresa que receptava cargas de soja roubadas

A operação foi deflagrada por Policiais Civis da Delegacia de Furtos e Roubos de Cargas

Publicado

em

Policiais Civis da Delegacia de Furtos e Roubos de Cargas (DFRC), deflagraram na última segunda-feira, 1, no município de Contenda, uma empresa suspeita de receptar uma carga de soja roubada no dia 25 de setembro passado, em São José dos Pinhais.

Os caminhoneiros eram abordados próximo a praça de Pedágio da BR 277, em São José dos Pinhais

 

No local, estabelecimento que compra e vende soja, os policiais conversaram com o proprietário, que alegou que as mercadorias teriam sido compradas de um produtor rural, inclusive as notas fiscais foram apresentadas. Segundo o dono da empresa, que tinha silos apropriados para acondicionamento de soja, quatro cargas foram compradas da quadrilha, que somaram R$ 210 mil.

 

“As vítimas eram abordadas sempre no mesmo local, uma borracharia próximo a praça de Pedágio da BR 277, em São José dos Pinhais, enquanto dormiam no interior dos caminhões, carregados com soja. Segundo relato das vítimas, os bandidos diziam que queriam apenas a carga e indicavam onde os caminhões poderiam ser encontrados, normalmente cerca de 50 km do local do descarregamento”, explica Ademair da Cruz Braga Junior, delegado-titular da DFRC.

De acordo com a investigação, após as vítimas serem rendidas, um dos bandidos assumia a direção dos caminhões e assim seguiam sentido Curitiba, parando às margens da BR 277. Ali eles retiravam as vítimas dos caminhões as levavam para uma mata as margens da rodovia, onde permaneciam até por volta das 10 horas da manhã.

 

Pelo menos quatro cargas de soja, foram compradas da quadrilha, com valor de R$ 210 mil.

 

“Essa quadrilha age de uma forma até então desconhecida pela polícia, isso porque eles conseguiram uma empresa que falsifica as notas fiscais. Isso dá mais credibilidade para o bando conseguir vendas as mercadorias roubadas. Nesse caso, eles se passaram por produtores de soja do estado do Mato Grosso, realizaram contrato futuro com a empresa para fornecer soja a ser plantada, qual deveria ser entregue a partir de abril de 2019”, diz o delegado.

“A negociação lhes garantiria vender a soja pelo preço de mercado, porém, alguns dias após firmarem contrato, enquanto a safra ainda seria cultivada, a negociação mudava e eles diziam possuir o “resto de soja da safra passada” armazenada em silos no Mato Grosso, e que se houvesse interesse poderiam repassar para a empresa. Dessa forma eles acertaram o preço e passaram a trazer as mercadorias roubadas dizendo que estavam vindo do Mato Grosso”, explica Braga.

O empresário foi conduzido até a delegacia especializada, ouvido e liberado. As investigações continuam para identificar os suspeitos e se existem outras vítimas do golpe. Denúncias podem ser feitas através do número da DFRV, (41) 3343-1639.

Assessoria de comunicação da Polícia Civil

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.