Connect with us

Polícia

Após deboche nas redes sociais, golpista da falsa vaga de emprego é presa em Pontal do Paraná

Su Hellen Fernanda Campos Vigo aplicou o golpe no fim de janeiro em Pontal do Paraná e foi presa neste dia 13 de fevereiro (Foto: PCPR)

Publicado

em

[videoyoutube]rTvdxSOG6tg[/videoyoutube]

Su Hellen Vigo oferecia falsas vagas de emprego e pedia dinheiro para preencher postos de trabalho

Na madrugada da quarta-feira, 13, a Polícia Civil do Paraná (PCPR) realizou a prisão de Su Hellen Fernanda Campos Vigo, 31 anos, no Balneário Vila Nova, em Pontal do Paraná. Ela é acusada dos crimes de estelionato e supressão de documento, com realização de golpes com falsas ofertas de emprego na região, solicitando às vítimas valores para custeio de apostila de curso de formação inexistente e a Carteira de Trabalho para anotação. Su Hellen usava perfis falsos para realizar suas ações criminosas. 

Segundo a Polícia Civil, antes de ser presa, ela havia postado uma fotografia em suas redes sociais com a legenda "Prenda-me se for capaz", algo que, de acordo com as autoridades, foi uma afronta às vítimas e à Justiça. Ao todo, 15 pessoas procuram a PCPR acusando a mulher do golpe de ofertas falsas de emprego, que tinham salários acima do mercado, algo que era feito por meio de perfis falsos nas redes sociais. 

A delegada Ellen Victer M. Martins, responsável pela investigação que prendeu a acusada, em coletiva realizada na Delegacia da Polícia Civil em Matinhos, divulgou detalhes dos crimes, destacando as características de Su Hellen Vigo. "Ela é bastante debochada na verdade, ela na rede social, no Facebook, estava postando uma publicação com a legenda 'Prenda-me se for capaz', em total deboche à Polícia Civil e à administração da Justiça e principalmente às vítimas", explica.

"Ela é bastante debochada na verdade, ela na rede social, no Facebook, estava postando uma publicação com a legenda 'Prenda-me se for capaz', em total deboche à Polícia Civil, Ellen Martins (Foto: PCPR)

"Ela estava anunciando na rede social vagas de emprego. As vítimas, acreditando nela, procuraram no perfil e ela solicitou a entrega da Carteira de Trabalho e uma certa quantia em dinheiro que ela iria usar para adquirir apostilas de Curso de Formação. Combinou no dia 28 de janeiro em Praia de Leste para encontrar com estas pessoas, chegando no local a Su Hellen não estava lá e todas as vítimas perceberam que se tratava de um golpe", explica a delegada Ellen.

Após perceberem o estelionato, as 15 vítimas procuraram a Polícia Civil. "Já no dia 28 as 15 vítimas compareceram à Delegacia de Polícia Civil e o pessoal da equipe C de plantão da primeira fase da Operação Verão ouviu as vítimas e instaurou o inquérito policial", afirma Ellen Martins. Por fim, a Polícia Civil prosseguiu com as investigações, procurando a acusada em todo o município, obtendo êxito em sua prisão na madrugada de quarta-feira, 13, cerca de 15 dias após o golpe, no Balneário Vila Nova.

Postagem da acusada debochando da Polícia Civil (Foto: Divulgação)

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.