conecte-se conosco

Pensar Verde

O nosso problema é a Mata Atlântica

Esta frase chegou a ser escrita em nosso mural de trabalho que retratava a agenda mensal da equipe de licenciamento, fiscalização e monitoramento.

Publicado

em

Certo dia na sede da Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Paranaguá (Semma) ouvi juntamente com os técnicos da casa uma frase de um cidadão que marcou a minha passagem por lá: “O nosso problema é que temos muita Mata Atlântica aqui no litoral do Paraná!” Confesso que esta afirmação no início até pareceu piada, mas infelizmente retratou o sentimento de muitas pessoas que ainda não entenderam o verdadeiro significado e importância do meio ambiente.

Esta frase chegou a ser escrita em nosso mural de trabalho que retratava a agenda mensal da equipe de licenciamento, fiscalização e monitoramento. Volta e meia líamos uns para os outros aquilo que o cidadão havia dito e isso me causou uma longa reflexão. Qual a maneira mais adequada de nós, profissionais que atuam na gestão ambiental seja ela pública ou privada, fazermos a população entender que a frase certa seria: “Que bom que a Mata Atlântica mais preservada do Brasil está no litoral do Paraná!”

Como aquele cidadão da fúnebre frase deve ter pensado de maneira muito simplista na questão de investimento financeiro, faltou-lhe a visão de que o turismo é a “indústria do futuro”. De acordo com o Relatório de Gestão do Exercício de 2017 do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), estimou-se que, em 2018, o País alcançaria o número recorde de 8,6 milhões de turistas nas unidades de conservação. Considerando que, em 2017, o Brasil ocupou o 1.º lugar em Recursos Naturais no ranking de competitividade, de acordo com o Relatório do Fórum Econômico Mundial de Viagem e Turismo, do Conselho Mundial de Viagem e Turismo (World Travel & Tourism Council – WTTC), demonstra-se que o País oferece opções de turismo que vão muito além do Sol & Praia e reforçam um posicionamento mundial de grande relevância para o País como destino turístico internacional.

Temos sim uma oportunidade de pensar as nossas Unidades de Conservação com a sua exuberante Mata Atlântica como fonte de emprego e renda para os 300 mil habitantes de nosso litoral. Neste caso, o “problema” passará a ser a solução mais sustentável para que haja uma melhoria significativa no bem-estar dos habitantes de nossa planície litorânea.

Por Raphael Rolim

Continuar lendo
Publicidade

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.