Connect with us

Paraná Produtivo

Leilões federais

Serão sete rodovias, duas ferrovias, nove terminais portuários e 22 aeroportos.

Publicado

em

O Ministério da Infraestrutura realiza no ano que vem 44 leilões nos quatro modais de transporte: rodoviário, ferroviário, aquaviário e aéreo. Serão sete rodovias, duas ferrovias, nove terminais portuários e 22 aeroportos, além da renovação antecipada de quatro concessionárias do transporte ferroviário de cargas. Além disso, mais de 50 obras públicas serão entregues à iniciativa privada. A expectativa é alcançar a meta de R$ 101 bilhões em investimentos.

Aeroportos

Dos 22 aeroportos do pacote de leilões, nove estão no Sul. O Afonso Pena, em São José dos Pinhais; Bacacheri, em Curitiba; Governador José Richa, em Londrina; Internacional de Foz do Iguaçu; além dos de Joinville e Navegantes, em Santa Catarina; e Uruguaiana, Bagé e Pelotas, no Rio Grande do Sul.  

Concorrência

O Governo Federal está atrás de 40 empresas estrangeiras para ingressar no mercado brasileiro para aumentar a concorrência e baratear o preço das passagens. A abertura para esse tipo de ação foi dada pela MP, convertida em lei, que autorizou áreas com 100% de capital estrangeiro a operarem no mercado doméstico. "Estamos trabalhando para que boa parte dos aviões que estão vindo para a América Latina em 2020, venham para o Brasil", disse o chefe da Secretaria Nacional de Aviação Civil, Ronei Saggioro Glanzmann.

Querosene
Em paralelo, o Governo Federal planeja um pacote de medidas para reduzir o valor do querosene de aviação em 2020. O objetivo é cortar o custo em até 20% para atrair essas 40 empresas, aumentar a concorrência e, como consequência, baixar os preços das passagens aéreas. Uma das propostas em estudo é acabar com a incidência de PIS/Cofins sobre o combustível utilizado em aeronaves.

Contra o monopólio

As outras medidas do pacote passam por quebrar a concentração de empresas na distribuição do querosene, introduzir no País um combustível que é ligeiramente mais barato, já usado nos EUA, e acabar com o monopólio da Petrobrás na venda do querosene. É uma reclamação antiga das empresas de aviação, já que o querosene de aviação no Brasil é 40% mais caro do que a média internacional. Em 2019, já houve redução do ICMS, imposto cobrado pelos Estados, mas há outros elementos da cadeia que pesam na ponta.

Paraná na frente

Levantamento do IBGE apontou que o Paraná bateu 25,36 milhões de cabeças de frango a mais do que o mesmo período em 2018.Cresceram também nos meses julho, agosto e setembro a produção de leite (+43,76 milhões de litros e de ovos (+9,45 milhões de dúzias). O Estado manteve a liderança no abate de frangos, com 32,5% da participação nacional, seguido por Santa Catarina (14,3%) e Rio Grande Sul (14%).

Seda do Paraná

Casulos da seda produzidos nas cidades da região de Maringá, no chamado Vale da Seda, e fiados na empresa Bratac, em Londrina, abastecem a luxuosa e gigantesca grife francesa Hermes. Os rolos de seda são considerados os mais finos do mundo porque, além da espécie da lagarta ser exclusiva, o trabalho para fazê-las crescer é manual, feito por sericicultores paranaenses que alimentam os bichos com folhas de amoreiras orgânicas cultivadas na região. A receita total da operação de seda neste ano no planeta, até o terceiro trimestre, foi de 403 milhões de euros – 11% maior do que o mesmo período de 2018.

Indonésia
Uma epidemia de peste suína matou mais de 27 mil porcos na Indonésia e ameaça milhares de animas. Durante três meses, milhares de porcos morreram na Sumatra do Norte e o ritmo da morte aumenta, segundo informações oficiais. Testes preliminares mostraram que os animais foram infectados com a peste suína clássica, mas novos exames estão sendo feitos para detectar possível infecção da peste suína africana. Essas doenças não representam risco para os seres humanos.

Renner na Argentina

A Renner faz sua estreia na Argentina com a abertura de quatro lojas em Córdoba e Buenos Aires. De acordo com a varejista, os estabelecimentos seguem o mesmo padrão de tamanho do Brasil. As inaugurações serão responsáveis por 250 empregos diretos no país vizinho.

E no Uruguai

Também nesta semana, a varejista brasileira ampliou sua presença no Uruguai com a abertura de duas novas unidades em Montevidéu. São nove lojas no país, divididas entre a capital, região metropolitana e as cidades de Rivera e Punta del Este.

Café para Asia

Maior exportador mundial de café solúvel, o Brasil está aumentando as exportações ao Sudeste Asiático, território de grandes rivais como o Vietnã. Entre janeiro e novembro, o país exportou 4,4% mais café solúvel para a região do que em todo o ano passado. Uma safra abundante de grãos do tipo robusta usados no café instantâneo no lugar de grãos arábica, que são mais caros e a desvalorização do real deram vantagem às exportações no último ano e meio.

Indonésia e Mianmar

O Sudeste Asiático é destino de cerca de 20% do café solúvel vendido pelo Brasil. Indonésia e Mianmar são os maiores compradores do produto brasileiro, de acordo com a Abics – Associação Brasileira da Indústria de Café Solúvel. Desde 2017, o volume de café solúvel enviado para esses dois países cresceu mais de 30% e 180%, respectivamente. Em nível mundial, a projeção é que o Brasil venda 4 milhões de sacas este ano, superando o recorde de 3,9 milhões atingido em 2016, segundo a Abics.

Maçã internacional

A maçã Venice, desenvolvida pela Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina passará a ser produzida e comercializada na Europa com recursos financeiros revertidos para o estado vizinho. A fruta foi objeto de acordo celebrado entre a International Fruit Obtention – empresa francesa licenciada pela Epagri para testar e desenvolver os novos cultivares de maçã no mundo inteiro – e a Rivoira, empresa Italiana sublicenciada.

Olho nos royalties

A Epagri vai receber 80 mil euros como taxa pela exclusividade do direito de explorar o cultivar da Venice. Além disso, a empresa vai receber royalties de até 1% das vendas líquidas dos frutos. No início de 2019, a Epagri já havia conquistado os direitos para recolher royalties sobre a venda da maçã Monalisa nos 23 países que da União Europeia. Assim, quem plantar e vender a maçã Monalisa naquele continente paga para a Epagri um percentual calculado sobre o valor comercializado.

Heineken
A Heineken vai investir R$ 35 milhões na ampliação da fábrica em Ponta Grossa, dobrando a produção, movimentando a economia e gerando mais 200 empregos.  A ampliação da cervejaria Heineken já foi iniciada e deve ser concluída no final do próximo ano.

Turismo em alta

O turismo brasileiro faturou R$ 20,3 bilhões em outubro de 2019, alcançando a segunda alta consecutiva no semestre. O resultado é 8,4% superior ao registrado em setembro e 8,1% maior do que o aferido outubro de 2018. Os dados são da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo. Em outubro, a atividade de hospedagem e alimentação apresentou o melhor desempenho nas vendas, com R$ 12,984 bilhões de faturamento – crescimento de 3,6%. O setor foi responsável por mais da metade do montante das vendas de todos os segmentos turísticos medidos em outubro (64,1%).

Da Redação ADI-PR Curitiba

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.