Connect with us

Obituário

Vítima de acidente de trânsito, professor de artes marciais morre no hospital

Velório de Marcelo Ribeiro ocorrerá na Igreja Comunidade da Graça do Jardim Eldorado. Enterro será em horário a ser definido pela família no Cemitério Nossa Senhora do Carmo

Publicado

em

Marcelo Ribeiro estava hospitalizado em estado grave desde o dia 21 de abril

Faleceu na manhã de segunda-feira, 7, Marcelo Ribeiro, professor de artes marciais e taxista. Ele estava com a esposa Morgana Silva Ribeiro, de 25 anos, e com a filha de apenas um mês de vida, quando sofreu um grave acidente no começo da tarde do dia 21 de abril na altura do KM 5 da BR-277, rotatória do Jardim Samambaia, entrada de Paranaguá. A família estava em um táxi, de sua propriedade, que seguia pela Avenida Ayrton Senna e teria passado o acesso principal da rotatória, quando foi atingido lateralmente por um caminhão bitrem que estava carregado com 38 toneladas de soja. O táxi foi arrastado por cerca de 40 metros. 

Marcelo Ribeiro, que dirigia o veículo, sofreu ferimentos graves, sendo que no banco de trás estavam sua esposa, Morgana Silva Ribeiro, de 25 anos, que sofreu ferimentos leves, e a filha do casal, uma criança de apenas um mês de vida, que também se feriu com gravidade assim como o pai. 

Inicialmente, os dois foram encaminhados pelo SAMU e Ecovia para o Hospital Regional do Litoral (HRL) no sábado, 21. De acordo com familiares, devido aos graves ferimentos, a bebê foi transferida de helicóptero no dia 22 de abril para o Hospital Pequeno Príncipe, em Curitiba. Marcelo foi encaminhado no mesmo dia de ambulância para o Hospital Angelina Caron, em Campina Grande do Sul, região metropolitana de Curitiba, no entanto, ele não resistiu aos graves ferimentos e faleceu na casa hospitalar na manhã de segunda-feira, 7, após ter lutado pela sua vida por mais de 15 dias.

A bebê continua internada em estado grave no Hospital Pequeno Príncipe. A esposa de Marcelo, Morgana, que sofreu ferimentos leves, não corre risco de morte. Além de taxista, Marcelo Ribeiro era proprietário de uma academia de artes marciais e treinou por cerca de quatro anos o lutador parnanguara John Lineker. Sua morte gerou comoção entre familiares e amigos de "Marcelinho", como era conhecido.

VELÓRIO E ENTERRO

Segundo os familiares, o velório de Marcelo Ribeiro ocorre na Igreja Comunidade da Graça, na Rua Samuel Pires de Mello, 152, no Jardim Eldorado, a partir das 20h. O enterro será na terça-feira, 8, em horário a ser designado, no Cemitério Municipal Nossa Senhora do Carmo.

Continuar lendo