Connect with us

Obituário

Morre o ex-deputado Caito Quintana

Político tinha mais de 30 anos de atividades no serviço público

Publicado

em

Na noite deste domingo, 13 de janeiro de 2019, faleceu Cairo Quintana no município de Balneário Camboriú – SC, após parada cardíaca e efetuado todo o atendimento médico possível. 

O velório de Caito Quintana será em Curitiba em horário e local que ainda serão definidos. 

Cartorário e advogado, nascido em Santo Augusto – RS, foi deputado estadual por oito mandatos no Paraná, chefe da Casa Civil, relator da Constituinte Estadual, e sempre atuante em prol do sudoeste e do Paraná, com foco na redução da desigualdade social, fraternidade, agricultura familiar, ética e sempre em prol de uma política para quem mais precisa de Estado.

Perfil – Luiz Carlos Caíto Quintana nasceu em 30 de julho de 1946, em Santo Augusto (RS), formado em Direito, veio para o Paraná em 1966, especificamente para Planalto, Sudoeste do Estado, onde exerceu a profissão de tabelião.

Caíto Quintana disputou sua primeira eleição em 1972, sendo eleito vereador em Planalto, onde exerceu a presidência da Câmara Municipal e da Associação de Vereadores do Sudoeste do Paraná.

Em 1982, Caíto Quintana foi eleito pela primeira vez deputado estadual com mais de 30 mil votos e exerceu oito mandatos consecutivos na Assembleia Legislativa.

No Legislativo Paranaense, foi eleito vice-presidente da Alep em 1999, foi líder da bancada do PMDB, participou de diversas comissões permanentes, como a de Constituição e Justiça, a mais importante da Casa, da qual foi Vice-Presidente.

Desde que assumiu seu primeiro mandato, Caíto Quintana teve uma atuação de destaque na Assembleia Legislativa: foi relator da Constituição do Paraná, em 1989; presidiu a CPI dos Bingos; criou a Comissão Especial do Mercosul, da qual foi também o presidente, além de apresentar inúmeros projetos, proposições e trabalhos em prol dos municípios que representava.

No Executivo, Caíto Quintana foi chefe da Casa Civil em dois governos de Roberto Requião (1991/94 e 2002/06).

 

Continuar lendo