Connect with us

Obituário

Jornalista Ricardo Boechat morre em queda de helicóptero em São Paulo

Ricardo Boechat era referência no jornalismo do Brasil, com inúmeros prêmios e era atualmente âncora da Band News e do Jornal da Band (Foto: Divulgação)

Publicado

em

Ocorrência foi na manhã da segunda-feira, 11, e causou comoção nacional

O jornalista Ricardo Eugênio Boechat morreu em um acidente de helicóptero na manhã de segunda-feira, 11, em São Paulo – SP, em um trecho do Rodoanel que dá acesso à Rodovia Anhanguera, na zona oeste da capital, sentido Castelo Branco. A notícia foi confirmada pelo Governo do Estado de São Paulo no início da tarde por volta das 13h. Ao tentar pousar emergencialmente, a aeronave sofreu um impacto de um caminhão que estava trafegando na via. O jornalista Boechat e o piloto do helicóptero, Ronaldo Quattrucci, morreram no local, enquanto o motorista do veículo teve escoriações leves e está fora de perigo. 

ACIDENTE FATAL

O veículo estaria saindo de uma praça de pedágio quando se deparou com o helicóptero pousando emergencialmente. O condutor não conseguir parar a tempo e se chocou com a aeronave no KM-7 do Rodoanel. Com o impacto, o helicóptero pegou fogo e o jornalista e o piloto acabaram morrendo carbonizados. Ricardo Boechat estava em Campinas, onde ministrou uma palestra, e retornava a São Paulo aos estúdios da Band quando o acidente ocorreu.

No momento do acidente, onze equipes do Corpo de Bombeiros e de autoridades se deslocaram à região. Peritos do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes (Cenipa) estiveram na Rodovia Anhanguera apurando a ocorrência junto com a Polícia Científica durante toda a tarde de segunda-feira, 11. A via, que é uma das principais da capital paulista, ficou totalmente bloqueada sentido interior por várias horas. As circunstâncias do acidente ainda estão sendo apuradas.

A morte de Ricardo Boechat, que é uma das principais referências no jornalismo brasileiro, foi confirmada em rede nacional pela TV Band por volta das 13h30 pelo apresentador e jornalista, José Luiz Datena, em fala extremamente emocionada. "Com profundo pesar desses quase 50 anos de jornalismo, queria informar a vocês que o jornalista, companheiro, o maior apresentador da TV brasileira morreu no acidente de helicóptero no Rodoanel, em São Paulo. Ele estava em Campinas. O helicóptero que ele estava não chegou ao seu destino que era o heliponto da Band. Caiu no Rodoanel", afirmou Datena. A rádio Band News também noticiou o óbito e teve que tirar a programação nacional do ar devido à comoção dos colegas de trabalho de Boechat. 

"É com pesar que recebo a triste notícia do falecimento do jornalista Ricardo Boechat, que estava no helicóptero que caiu hoje em SP. Minha solidariedade à família do profissional e colega que sempre tive muito respeito, bem como do piloto. Que Deus console a todos!", afirmou o presidente Jair Messias Bolsonaro em seu Twitter. Diversas autoridades e personalidades do País lamentaram o falecimento do jornalista.

PERFIL

Ricardo Boechat tinha 66 anos e era um dos jornalistas mais premiados do Brasil. Nascido em Buenos Aires, na Argentina, em 1952, ele era filho de diplomata e iniciou a carreira em 1970 no jornal Diário de Notícias do Rio de Janeiro. Ele atuou nos jornais O Globo, O Dia, Jornal do Brasil, O Estado de S. Paulo, bem como nas redes de televisão SBT, Globo e Band, aonde atuava no presente momento como âncora da Band News FM e do Jornal da Band. Em sua carreira, ele foi o recordista de vitórias no Prêmio Comunique-se, com 17 troféus, e o único a ganhar em três categorias diferentes, e foi também vencedor do Prêmio Esso por três vezes. 

Boechat deixa a esposa Veruska Seibel, de 46 anos, com quem era casado desde 2005, e tinha duas filhas: Valentina, 12, e Catarina, 10. Ele também deixa outros quatro filhos: Bia, 40, Rafael, 38, Paula, 36, e Patricia, 29, que foram frutos do casamento a ex-esposa Claudia Costa de Andrade.

 

 

Continuar lendo