Connect with us

Instituto Histórico e Geográfico de Paranaguá

Uma carteira recheada no Ano Novo

Os bares principais ficavam em torno da Praça Fernando Amaro, dentre eles o Estoril, Bar dos Bandidos.

Publicado

em

Lembro como se fosse neste instante.  Paranaguá teve um surto econômico sem precedentes nos anos 50/60 com a exportação do ouro verde, o café.  Tinha emprego para todos, no Porto, nos armazéns de café, nas agências marítimas, no comércio. Tivemos dois times disputando o título de campeão de futebol, o Rio Branco e o Seleto. Quando chegava o último dia do ano os bares e lanchonetes superlotavam. Os bares principais ficavam em torno da Praça Fernando Amaro, dentre eles o Estoril, Bar dos Bandidos. O machismo ainda predominava. Enquanto os homens bebiam à vontade pelas ruas, as mulheres preparavam a ceia.

Sem TV, sem celular, o radinho de pilha era o único meio de entretenimento. Ao se aproximar da meia noite todos, ou quase todos, voltavam para suas casas para festejar com a família a virada do ano. Os trabalhadores carregavam a grana nas carteiras e gostavam de exibi-las sobre as mesas. Não existia ainda o cartão, só talão de cheques. Eis o motivo de chamar carteira recheada, aquela que quase nem cabia no bolso de tão cheia de grana. Já existiam as moedas que os adultos separavam para dar aos afilhados e as crianças que lhes desejassem Feliz Ano Novo. Era uma tradição.  Então, antes que o foguetório espoucasse  anunciando o Ano Novo, o autor estava entre as crianças que saíram  pelos bares para cumprimentar os adultos e ganhar uma moedinha. No entanto, aquela virada de ano iria marcar para sempre a minha vida. Estava na Estoril cumprimentando aqueles alegres senhores, quando senti vontade de ir ao banheiro. Arregalei os olhos ao ver uma carteira recheada de dinheiro ao lado do vaso sanitário, Não sabia o que fazer. Pegar? Deixar lá? Num impulso, recolhi a carteira e entreguei ao dono do estabelecimento, que me abraçou e elogiou pelo gesto. E deu um grito lá do balcão: quem perdeu uma carteira? Está criança a achou no banheiro. Logo apareceu um gordão e feitas as identificações a carteira lhe foi entregue. Ato contínuo, aquele senhor pediu a atenção dos frequentadores e disse: Está criança achou minha carteira no banheiro e a devolveu. Não sei se vocês fariam o mesmo. E deu uma gostosa gargalhada. Seguiram se aplausos por todo o recinto. Já estava saindo, mas fui puxado pelo mesmo que me recompensou com algumas cédulas, dizendo: Feliz Ano Novo, piá!

 

Stalin Grego Venet

Diretor de Patrimônio IHGP

Biênio 2019-2020

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.