Connect with us

Instituto Histórico e Geográfico de Paranaguá

Modo de vida caiçara

São diversas as dificuldades enfrentadas por quem mora nas comunidades.

Publicado

em

Seguindo um caminho semelhante aos textos das semanas anteriores, o presente texto pretende apresentar algumas reflexões sobre o modo de ser caiçara, sobretudo, da invisibilidade, silenciamento e o descaso do poder público com as comunidades de pescadores do litoral do Paraná. Nosso litoral é entrecortado por diversas ilhas, cidades e vilarejos de frente pro mar, comunidades localizadas em meio à mata.

A visita a essas comunidades é uma boa oportunidade de conhecê-las, mas também de presenciar o descaso. O primeiro ponto a ser considerado é a falta de manutenção dos postos de saúde. Outro ponto é a questão das escolas. As escolas existem, mas muitas vezes não existe oferta de Ensino Médio, faltam professores, falta oferta de turmas para os alunos que precisam concluir o nível básico. Falta valorização das estruturas das comunidades, não é raro ouvir a notícia de um trapiche que desmoronou. Falta lazer, oferta de cursos e de atividades culturais. Falta valorização do trabalho do pescador, de uma estrutura que permita aos pescadores armazenar o pescado.

São diversas as dificuldades enfrentadas por quem mora nas comunidades. As gerações mais jovens, em busca de melhores oportunidades de vida, migram das suas comunidades e se estabelecem na cidade. Apesar dos mais jovens migrarem, muitas pessoas por direito permanecem nas suas casas. Pessoas idosas, que mesmo sem um posto de saúde e sem um auxílio, precisam pagar um barco para se locomover até a cidade, para consultar o médico, realizar exames e comprar medicamentos. A pergunta que se faz é: qual a razão para o descaso? Obviamente essa não é uma questão para ser respondida através de uma frase ou linha, contudo, a falta de vontade política em levar serviços básicos e prestar assistência é inegável. Em casos extremos, o descaso com as comunidades têm um sentido, invisibilizar e silenciar.

O caso de Maciel, vila de pescadores localizada em Pontal do Paraná, mostra que o descaso e a violência tem um objetivo. O interesse é construir um porto privado com o dinheiro público, gerar lucro, circulação de milhões, mais para quem? Quanto vai custar? O custo é o silenciamento das pessoas que dependem da pesca. O que se caracteriza como um crime contra as pessoas que vivem lá, um crime contra a população.

Por que não se desenvolve o turismo no litoral, temos uma infinidade de Ilhas e de belezas naturais, pontos que qualquer turista gostaria de visitar. Mas quem vai visitar se nem a estrutura básica para visitação existe?  Por fim, o desabafo do texto é que o modo de vida caiçara, do caboclo, do pescador, seja verdadeiramente respeitado, que seus direitos básicos sejam garantidos, que essas e outras questões sejam resolvidas e, sobretudo, que as vozes das comunidades sejam ouvidas.

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.