Connect with us

Eventos

Kátia Muniz lança oficialmente o livro de crônicas “Gavetas não sabem ler”

Noite de autógrafos contou com a presença de mais de 100 pessoas

Publicado

em

Coquetel com noite de autógrafos foi realizada na Aciap pelo Conselho da Mulher Executiva

Na noite da terça-feira, 27, aconteceu no auditório da Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Paranaguá (Aciap), o lançamento oficial do livro de crônicas “Gavetas não sabem ler – Crônicas do Cotidiano”, da escritora e colunista da Folha do Litoral News, Kátia Muniz. O evento foi uma promoção do Conselho da Mulher Executiva da Aciap e contou com a presença de mais de 100 pessoas, entre escritores, líderes culturais, familiares da autora e imprensa. Após o lançamento, foi realizado um coquetel e uma sessão de autógrafos com a escritora. 

“O nome ‘Gavetas não sabem ler’ foi escolhido porque na época em que eu comecei a escrever, em 2011, eu engavetava todos os textos, e não adianta deixar texto engavetado, ele precisa sair da gaveta para apreciação dos leitores. Desengavetei estes textos e coloquei 80 crônicas em um livro para tudo ficar mais organizado”, explica Kátia Muniz. De acordo com a escritora, suas crônicas há muito tempo estão presentes em veículos de comunicação e, a partir de 2018, seus textos estão na coluna “Crônicas”, na Folha do Litoral News. 

Kátia Muniz agradeceu todo o apoio recebido para publicar a sua primeira obra como escritora

“Comecei em 2011 na brincadeira, não imaginava que ia ser algo tão sério, que bom que deu certo, para mim é uma terapia, me identifiquei demais com o gênero”, explica Kátia Muniz, destacando que sua crônica favorita é uma dedicada a sua mãe com o nome “Ela se chama Maria”. 

O livro tem a coordenação editorial do escritor Franco Rovedo, prefácio de Beto Pacheco e a foto de capa do fotógrafo André Alexandre. As crônicas do livro abordam temas como amizade, impressões sobre filmes, reflexões, relações humanas e amor. Os interessados podem adquirir a obra diretamente com a escritora através do e-mail: [email protected]l.com, da página do Facebook: www.facebook.com/katiamunizautora ou do WhatsApp (41) 99676-3006 pelo valor de R$ 35,00. “Agradeço à imprensa que me acolheu de forma muito respeitosa e carinhosa nesta maratona de 30 dias de divulgação”, acrescenta.

A presidente do Conselho da Mulher Executiva da Aciap, Jacqueline Guimbala, agradeceu ao presidente da Aciap, Eloir Martins, representado no evento pela esposa, Marlene Janete Engmann Martins, destacando o apoio da entidade às atividades do Conselho, que busca continuamente valorizar, incentivar e enaltecer o papel da mulher na sociedade parnanguara. “Ficamos muito felizes de nos reunirmos em torno de um propósito cultural, literário, agradecendo a nossa escritora Kátia Muniz, que escolheu a casa do empresário, Aciap, para lançar seu primeiro livro Gavetas não sabem ler”, explica Jacqueline. 

A presidente do Conselho da Mulher Executiva da Aciap, Jacqueline Guimbala, destacou o protagonismo de Kátia e sua fibra para a publicação do livro

“Kátia é mulher de fibra, corajosa, acreditou e realizou. Assim somos nós, mulheres. A alegria foi contagiante durante todo o processo. Os desafios, logo superados, deram lugar ao sentimento de dever cumprido. E tomados pelo espírito natalino, temos o prazer de fazer parte deste lançamento em que a escritora Kátia Muniz presenteia nossa cidade com o enriquecimento da cultura, da literatura pelas mãos e o olhar femininos. Contribuímos com a história da nossa cidade, reafirmando que temos talentos que levam Paranaguá aos anais da eternidade, como berço da cultura do Paraná”, enfatiza Jacqueline. "Agradecemos a Secretaria de Cultura e Turismo (Secultur), na pessoa do secretário Harrison Camargo, pelo apoio prestado a este evento", complementa 

FOLHA DO LITORAL NEWS

“Conviver com a Kátia é um privilégio e ler suas crônicas é muito mais. Sabemos da sabedoria, determinação, empenho e resiliência desta escritora”, afirma o diretor da Folha do Litoral News, Antonio Saad Gebran Sobrinho

O diretor comercial da Folha do Litoral News, Antonio Saad Gebran Sobrinho, destacou a importância do lançamento do livro, algo que só pode ser feito por alguém com talento, como é o caso da escritora Kátia Muniz. “O que ela escreve para nós, muitas vezes, cai como uma luva e, às vezes, de pelica. Conviver com a Kátia é um privilégio e ler suas crônicas é muito mais. Sabemos da sabedoria, determinação, empenho e resiliência desta escritora, aspectos que possibilitaram o lançamento de seu primeiro livro e esperamos ainda mais obras”, destaca. “Dia 15 de novembro fez um ano que a Kátia Muniz está conosco na Folha do Litoral News no impresso, digital e no Folha Play, em todas as nossas plataformas, chegando a 30, 40 e 300 mil pessoas tendo acesso a este veículo e sabendo que uma pessoa de Paranaguá está escrevendo, o que nos enche de orgulho”, acrescenta.

EDITOR E CRONISTA PARTICIPANTE DO LIVRO

O jornalista e escritor Beto Pacheco foi responsável pelo prefácio do livro e um dos mentores de Kátia Muniz

O jornalista e escritor Beto Pacheco foi responsável pelo prefácio do livro e um dos mentores de Kátia Muniz, incentivando a escritora parnanguara a publicar seus primeiros textos. “Fui convidado a escrever o prefácio do livro da Kátia, que é a pessoa que há oito anos me mandou uma mensagem. Então, talvez isso seja um recado de quanto as nossas ações impactam no que está a nossa volta, e às vezes ainda mais longe. Quando percebemos, a gente mudou a vida de uma pessoa, às vezes para o bem, outras para o mal, temos que tomar este cuidado de sempre ter gentileza. É um momento especial que a Kátia Muniz está vivendo, com foco no seu talento e sua paixão em escrever”, acrescenta. 

"Não é comum encontrar este nível alto de cronista, principalmente iniciante como a Kátia Muniz", ressalta Franco Rovedo, escritor que foi coordenador editorial do livro

“Este livro é um caso particular, porque eu sou escritor, e o escritor, para ser editor, tem uma exigência maior do que os editores normais, porque a gente acaba comparando com o próprio texto. Observando os textos da Kátia eu fiquei surpreso com a qualidade, isso junta com meu amor a Paranaguá, porque minha família é daqui, então eu fiquei muito satisfeito em poder colaborar com o livro dela, o qual é excelente”, destaca Franco Rovedo, escritor que foi coordenador editorial do livro. “Não é comum encontrar este nível alto de cronista, principalmente iniciante como ela. Além disso, é uma forma de valorizar Paranaguá, o berço da civilização paranaense, bem como da arte e da literatura do Paraná”, finaliza. 

Grande público prestigou lançamento do livro "Gavetas não sabem ler"

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.