conecte-se conosco

Esportes

Parnanguaras são destaque na 2.ª etapa do paranaense de Jiu-Jítsu

Equipe Ribeiro Jiu-Jítsu Paranaguá/BPJJ-CT, com 19 competidores, conquistou 26 medalhas, sendo elas, 11 de ouro, 6 de prata e 9 de bronze, entre categorias de peso e absolutos

Publicado

em

A segunda Etapa do campeonato paranaense de Jiu-Jítsu, realizada em Guarapuava-PR, no dia 20 de maio, contou com a participação da academia Ribeiro Jiu-Jítsu/BPJJ-CT, com 19 competidores, trazendo para casa um total de 26 medalhas, sendo elas, 11 de ouro, 6 de prata e 9 de bronze, entre categorias de peso e absolutos (que não tem divisão de peso).

Na foto do pódio está o faixa preta, Evandro Araújo, campeão absoluto

Destaque para o faixa preta Evandro Araújo, que foi campeão absoluto na faixa preta depois de dez anos afastado das competições. Também aos faixas marrons, Antônio Neto Starepravo, Rafael Corrêa e Adriano Miquilini, foram campeões em suas respectivas categorias e absolutos.

Professor Bruno aproveitou para fazer uma self com o grupo

“Para mim é sempre uma honra poder levar meus alunos e amigos para poderem competir e se testar em um evento como este. Ver cada um deles lutando bem, se sentindo bem, e ainda tendo bons resultados é excelente, mesmo a equipe não sendo tão presente em competições, mas vê-los se superando, passando por cima da ansiedade, do nervosismo, podendo fazê-los entender que todos são capazes de muito mais do que eles próprios imaginam, para mim como professor, é uma sensação de dever cumprido. A vitória deles sempre será a minha vitória, no tatame e na vida pessoal de cada um. Costumo dizer a eles que a nossa equipe ainda está ‘engatinhando’, mas com potencial para enfrentar atletas das maiores academias do Paraná de frente e de cabeça erguida. A união de todos, a dedicação, o respeito, o espírito coletivo durante os treinamentos, com certeza fizeram toda a diferença para que todos tivessem bons resultados. Deixo aqui meu muito obrigado a toda equipe Ribeiro Jiu-Jítsu Paranaguá/BPJJ-CT, estão todos de parabéns!”, enfatizou o professor Bruno Pires.

 

Continuar lendo
Publicidade

Em alta