conecte-se conosco

Esportes

Atletas do litoral passam por avaliação nas categorias de base do Paraná Clube

Pedro Barrocas (atacante), ao centro, que também é fruto da Escola PRC Litoral, há 3 anos nas categorias de base do clube, recebeu os companheiros Gabriel e Davi

Publicado

em

A Escola de Futebol Paraná Clube Litoral, unidade Litoral (Paranaguá, Morretes e Antonina), continua colhendo bons frutos através do trabalho dos professores Orlei e Rafinha Santos.

Os atletas (gêmeos) Gabriel Haidar Scremim (meia-atacante) e Davi Haidar Scremim (lateral-esquerdo) de 13 anos, que estiveram em setembro passando pela semana colorada no Internacional-RS, foram aprovados pelos mentores das Categorias de Base do Paraná Clube, ao qual a Escola PRC Litoral é conveniada desde o ano de 2003.

Os dois atletas são de Morretes e, desde os 6 anos de idade, estão na escolinha.

O professor Rafinha Santos destaca que eles chegam às bases do Paraná Clube em idade auge de maturação. “Eles estão prontos para voos mais altos em suas carreiras que começam a partir de agora em outro patamar e em alto nível técnico, emocional e psicológico. Os atletas já estão há 1 mês no clube, treinarão até o dia 20 de dezembro e com a aprovação passam a se integrar em definitivo para as competições e temporada do clube em 2020”, comenta.

Professor Rafinha destaca também que os atletas possuem talento e potencial. “Eles possuem muita personalidade e maturidade para buscar seus objetivos, são meninos que realmente são diferentes. Vimos isso ao longo desses anos trabalhando com eles e o nosso prazer é dar essa oportunidade para que possam buscar o seu lugar ao sol e, quem sabe, realizar o grande sonho, nos sentimos realizados assim, pois me vejo muito em cada um, tive isso em minha vida, vivi isso durante muitos anos, e hoje o meu prazer é poder fazer o melhor para impulsionar, extrair o melhor de cada um e vê-los despontando naquilo que Deus deu a eles, o dom de jogar futebol”, conclui.

Já o professor Orlei explica as características da Escolinha no Litoral. “A Escola possui um perfil profissional. Buscamos sempre dentro de treinos, jogos e no dia a dia levar muito a sério a conduta de um atleta profissional, o realizar não é fácil, por isso nossa função vai além de aperfeiçoar os fundamentos e extrair o melhor de cada atleta, mas buscar dentro da seriedade do trabalho criar grandes pessoas, grandes homens e, consequentemente, possíveis grandes atletas profissionais”, destaca Orlei.

A Escola PRC Litoral ainda está na expectativa da aprovação de mais dois atletas. São eles: Kauã Lucas Oliveira, de 12 anos, de Morretes, e Gian Pietro, 11, de Paranaguá, que também podem ingressar na base do clube já para o início da temporada 2020 assim com os gêmeos.

Os trabalhos da Escola Paraná Clube Litoral são realizados nas cidades de Morretes (CT Orlei Santos), em Antonina na Quadra Arena Antonina e em Paranaguá na Quadra do Japa.

Continuar lendo
Publicidade

Em alta