conecte-se conosco

Educação

APAE Paranaguá atende mais de 50 alunos autistas

Estabelecimento vai inovar inaugurando uma sala de integração sensorial.

Publicado

em

A Escola Municipal Maria Nely Picanço (APAE) realizou na terça-feira, 2, atividades voltadas à conscientização da comunidade sobre o autismo. As ações marcaram a data em que é celebrado, em diversos países, o Dia Mundial da Conscientização do Autismo, o qual busca chamar a atenção das pessoas sobre o assunto, o qual vem se tornando cada vez mais comum nas esferas sociais.

De acordo com a psicóloga Eliane Assunção, atualmente uma em cada 51 crianças são diagnosticadas com o Transtorno do Espectro Autista (TEA). “Não é uma doença, e sim uma alteração no comportamento que interfere em três áreas do desenvolvimento, a comunicação, a linguagem e o comportamento”, explica a psicóloga.

Eliane faz parte da equipe de profissionais que atua na APAE de Paranaguá fazendo as avaliações nos casos que chegam até o estabelecimento para serem investigados. Isso porque não existe um exame específico que possa identificar que a pessoa possui esse tipo de transtorno.

AVALIAÇÃO

A avaliação consiste em várias etapas, sendo o primeiro contato a entrevista com a psicóloga, a qual faz um levantamento desde a gestação aos dias atuais com o objetivo de levantar dados. Na sequência, a avaliação é ampliada para os demais profissionais que integram a equipe da APAE sendo encaminhado ao médico para obter o diagnóstico final.

“São feitas as avaliações e vários exames para descartar a possibilidade de doenças. Assim que é diagnosticado com autismo podemos saber se é preciso que haja uma interferência dos profissionais da escola”, explicou a pedagoga Mariza Barbosa. Ela também deixou bem claro que não é porque a pessoa é autista que necessita de uma escola especial.

NÍVEIS DE AUTISMO

A terapeuta ocupacional da APAE, Andressa Marques, ressalta que existem três níveis de autismo, o leve, o moderado e o severo. “É dentro dessa classificação que trabalhamos. Muitos podem ter uma vida normal, outros necessitam de um acompanhamento mais próximo. Por isso é importante o diagnóstico precoce”, aponta. Atualmente, a APAE trabalha com 54 alunos diagnosticados com autismo e existem outros 20 casos em processo de avaliação.

CONSCIENTIZAÇÃO

De acordo com a equipe de profissionais da APAE, a população parnanguara já tem um conhecimento maior sobre o assunto. Isso porque de uns anos para cá as campanhas sobre a conscientização foram intensificadas. Essas ações facilitaram a vida das famílias de autistas que passaram a encarar o autismo de outra forma. 

De acordo com as profissionais que atuam na APAE, a cidade necessita de um centro de atendimento específico para atender o autista, como por exemplo: fonoaudiólogos, terapeutas, psicólogos, psicopedagogos, psiquiatras, neurologistas e neuropediatras. “Tendo em vista que a grande maioria dos autistas apresenta alterações sensoriais, a APAE está montando uma sala de integração sensorial. O espaço vai trabalhar o transtorno de processamento sensorial e também implementando o projeto de acomodações terapêuticas em sala de aula”, explica a pedagoga Mariza Barbosa. 

Continuar lendo
Publicidade

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.