conecte-se conosco

Utilidade Pública

Com estoques baixos, Hemepar Paranaguá precisa de doações de sangue

Novembro, mês do Doador de Sangue, é essencial para aumentar estoque antes da temporada

Publicado

em

Foto: Arquivo

Em novembro, conhecido como o mês do doador de sangue, com data específica em sua homenagem no dia 25, se aumenta a necessidade de aumentar o número de doações, visto que neste período os estoques estão baixos e há proximidade das festas de fim de ano, férias e temporada de verão, período onde a demanda aumenta consideravelmente. A Unidade de Coleta e Transfusão (UCT) de Paranaguá do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar) reforçou nesta semana o chamado para que mais cidadãos agendem doações, visto que atualmente o banco de sangue está com estoque baixo e a temporada se aproxima, época do ano em que a população do litoral aumenta consideravelmente com a chegada de turistas.

“Estamos com o estoque baixo, precisamos de doações, qualquer tipo de sangue é bem vindo, entretanto, reforçamos que a maior necessidade é do ‘O’ Negativo, este tipo está regularmente em falta nos nossos estoques, por ser ‘universal’, ele é muito usado em casos de emergência, bem como, pessoas ‘O’ negativo só podem receber transfusão deste mesmo tipo”, afirma Nádia Cristina Tadra, assistente social responsável pela captação de doadores do Hemepar Paranaguá.

Segundo Tadra, em 25 de novembro se comemora o Dia Nacional do Doador de Sangue, algo que foi instituído pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em 2004, com o objetivo de sensibilizar e aumentar o número doadores no mundo e focando na conscientização sobre a importância da doação de sangue. “O mês de novembro foi escolhido, por que precede um período de estoques baixos nos bancos de sangue.A proximidade das férias, de datas comemorativas de fim de ano, carnaval e outros períodos de feriados prolongados torna esse mês especialmente importante para promover o ato solidário da doação de sangue. Precisamos de doações todos os dias para atender as transfusões de toda região litorânea”, explica.

Critérios para ser doador

De acordo com a assistente social, para ser doador, a pessoa deve ter e estar com boa saúde (sem sintomas de gripe, tosse, rinite e outros), contar com idade entre 16 e 69 anos (jovens com idade entre 16 a 18 anos incompletos devem vir com pais ou responsável legal). Outro ponto é que a primeira doação deve ser feita antes dos 60 anos de idade. É importante que a pessoa que for doar tenha dormindo 6 a oito horas na noite anterior e pesar no mínimo 52 quilos na balança do Hemepar. 

“Aproveitamos a oportunidade para saudar a todos os doadores de sangue, que de forma voluntária e altruísta ajudam a salvar muitas vidas, esperamos que cada dia mais pessoas abracem esta causa”, ressalta Nádia Cristina Tadra, assistente social do Hemepar Paranaguá  (Foto: Divulgação)

“Outro critério é estar bem alimentado e ter tomado bastante líquido.Importante: caso esteja em uso de medicamento, tenha se submetido a tratamento dentário ou vacinação recente, consulte sobre a possibilidade de doação. O doador deve apresentar documento original com foto no ato da doação”, explica nádia.

Agendamento

Segundo a assistente social, para melhor atendimento e conforto do doador, o Hemepar Paranaguá atende prioritariamente por agendamento. “A doação pode ser agendada pelo site http://www.saude.pr.gov.br/doacao ou pelo WhatsApp (41) 3420-6663″, completa. “Aproveitamos a oportunidade para saudar a todos os doadores de sangue, que de forma voluntária e altruísta ajudam a salvar muitas vidas”, complementa.

“Esperamos que cada dia mais pessoas abracem esta causa e entendam que neste exato momento alguém pode estar precisando de sangue para a recuperação da vida, e que este ato de amor  deve ser uma rotina de todos aqueles que estão em condições de doar. Para quem doa é rápido e simples, mas para quem recebe é uma complexa questão de vida”, finaliza Nádia Cristina Tadra. 

plugins premium WordPress