conecte-se conosco

Transporte

Programa Tarifa Zero é apresentado a vereadores de Curitiba

Capital busca os benefícios da gratuidade do transporte coletivo

Publicado

em

Três vereadores da Câmara Municipal de Curitiba estiveram na Prefeitura de Paranaguá, na manhã de quinta-feira, 19, para uma troca de experiências sobre o programa Tarifa Zero. Com a lei aprovada em dezembro de 2021, desde março de 2022, os moradores deixaram de pagar pelo transporte em Paranaguá, o que tem sido referência a outros municípios.

Estiveram presentes em Paranaguá, os vereadores de Curitiba Herivelto Oliveira, Dalton Borba e Rodrigo Rei e seus assessores, além do coordenador de Assuntos Trabalhistas e Sindicais da Secretaria de Trabalho, Qualificação e Renda, professor Walter Cézar.

O Tarifa Zero, de acordo com dados apresentados pela Prefeitura de Paranaguá, representa uma economia de R$ 45 milhões aos munícipes. Desde a implantação do programa, houve a redução de 40% de acidentes de trânsito, além disso, saltou de 25 cartões de transporte emitidos para cerca de 70 mil.

“Quando iniciamos houve muita desconfiança e hoje é uma realidade diferente, o Tarifa Zero veio para ficar”, destacou o prefeito de Paranaguá, Marcelo Roque

O prefeito de Paranaguá, Marcelo Roque, lembrou que o programa é referência para o Brasil. “Já fomos falar sobre o Tarifa Zero em Manaus, Foz do Iguaçu, outras prefeituras vieram até o nosso município. É uma satisfação imensa receber os vereadores de Curitiba que estão preocupados com a mobilidade urbana da capital. O Herivelto, o Danton e o Rodrigo conheceram na teoria, mas também depois vão conhecer o Terminal Urbano. Quando iniciamos houve muita desconfiança e hoje é uma realidade diferente, o Tarifa Zero veio para ficar”, destacou o prefeito.

A secretária municipal de Serviços Urbanos, Christianara Rosa, falou sobre os impactos positivos do programa desde a sua implantação. “Até hoje só tivemos pontos positivos, tivemos um incremento no comércio, redução no número de acidentes, aumento expressivo no número de passageiros, anteriormente tínhamos em torno de 18 mil giros de catraca ao dia e hoje temos cerca de 33 mil em dias úteis. Por isso que muitas cidades vêm nos visitar, por sermos uma referência. No próximo mês teremos uma cidade do Mato Grosso também vindo conhecer o Tarifa Zero”, afirmou a secretária.

Opinião dos vereadores

O vereador em Curitiba, Herivelto Oliveira, explicou que foi criada neste ano uma comissão para discutir o transporte coletivo na capital. “A gente está buscando formas de baixar o valor da passagem em Curitiba, discutindo um novo contrato que será assinado em 2025, mas a principal discussão da comissão, que foi criada no primeiro semestre, é pensar em como chegar na tarifa zero em uma cidade como Curitiba, em como financiar esse valor. Vamos entregar para a Prefeitura de Curitiba um relatório final com várias formas de se fazer esse financiamento, que pode ser público ou privado”, declarou Herivelto.

A secretaria municipal de Serviços Urbanos apresentou os impactos positivos da implantação do Tarifa Zero

O vereador Rodrigo Reis acredita que a implantação do programa exige vontade política. “Em Curitiba são quase 3 milhões de pessoas que usam o transporte coletivo. Aqui em Paranaguá o que me surpreendeu é a vontade política, o grande diferencial dessa implantação, a coragem de colocar isso dentro de um sistema milionário que já existe. O programa atinge a população mais pobre, houve aumento da circulação, diminuição do número de acidentes de trânsito. Temos um problema grave no centro de Curitiba com a queda na movimentação no comércio e esse sistema melhora essa questão”, afirmou Reis.

O vereador Dalton Borba disse que o projeto é exemplo para todo o País. “Viemos buscar toda essa expertise de Paranaguá para a gente tentar contribuir para o sistema em Curitiba. É um programa que dá efetividade à Constituição Federal, que inclui como direito fundamental a mobilidade, isso é uma atitude corajosa do município”, enfatizou Dalton.

Em alta

plugins premium WordPress