Connect with us

Trabalho

Comissão apresenta resultado dos estudos técnicos sobre o transporte público coletivo

A comissão é composta por servidores municipais que ocupam os cargos de auditor fiscal, contador, economista, advogado, secretário e outros técnicos de diversas áreas (Foto: Secom/PMP)

Publicado

em

Comissão apresenta resultado dos estudos técnicos sobre o transporte público coletivo

Vereadores estiveram presentes para acompanhar os dados apresentados

O decreto municipal nº 2.479 institui a Comissão de Estudos, Avaliação, Auditoria e Verificação da situação econômica do serviço de Transporte Público Urbano de Paranaguá, que tem como objetivo realizar estudos técnicos sobre a concessão do serviço e estabelecer comparações com os dados apresentados pela empresa. O resultado deste levantamento foi apresentado na manhã desta sexta-feira, 05, para os vereadores e com a presença de diversos secretários municipais e do prefeito Marcelo Roque.

A comissão é composta por servidores municipais que ocupam os cargos de auditor fiscal, contador, economista, advogado, secretário e outros técnicos de diversas áreas. Todo o processo de operação é estabelecido no edital de licitação da concessão, a equipe realizou todo o levantamento e confrontou com as planilhas apresentadas pela empresa. Foram detectados alguns pontos divergentes que impactam no custo de operação, que segundo a companhia é de mais de 1,5 milhões de reais, enquanto que a comissão avaliou o valor em 957 mil.

O prefeito Marcelo Roque explica que a empresa solicitou subsídio para continuar operando, justificando a queda da receita devido a pandemia do coronavírus. “Convocamos todos os 19 vereadores para mostrar os dados relacionados a empresa. Isto mostra a transparência da nossa gestão e a responsabilidade com o dinheiro público. Esta análise nos dá respaldo para tomarmos atitudes que tenham legalidade e sejam justas com a população”, afirmou.

O Superintendente de Apuração de Inexecução Contratual da prefeitura, Diego Delfino, explica como foram feitas as avaliações sobre as planilhas e os termos do edital de licitação da concessão. “Definimos em comum acordo com a própria empresa, que para fins destes cálculos, seriam considerados os custos de operação, a folha salarial e os custos administrativos”, observou.

Devido ao momento pandêmico a empresa apresentou diversos fatores para justificar o pedido de subsídio no valor acima de 775 mil reais por mês. Por outro lado, a Comissão de Estudos, Avaliação, Auditoria e Verificação da situação econômica do serviço de Transporte Público Urbano de Paranaguá constatou que a diferença entre o custo total da operação e a receita estimada é de aproximadamente 226 mil reais, ou seja, não se justifica o valor solicitado.

Com os resultados apresentados o Poder Público Municipal tem respaldo técnico para notificar a empresa, que precisa aceitar os termos, e em seguida será enviado à Câmara Municipal de Vereadores um projeto de lei que concede subsídio para a empresa de transporte público, enquanto durar o período pandêmico. Para isto algumas condicionantes serão exigidas e deverão ser cumpridas.

O subsídio proposto não tem relação ao preço da tarifa cobrada no transporte público. Este será um auxílio para manter o custo de operação e a empresa continue prestando serviços à população, situação que vem acontecendo em diversos municípios do país. Os pedidos de aumento da tarifa, por parte da empresa, encontram-se em fase judicial.

Fonte: Prefeitura de Paranaguá – Secom

Leia também: Trabalhadores da Viação Rocio fazem manifestações pelas ruas de Paranaguá

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.