conecte-se conosco

Serviços

Eleições Gerais do Sistema Confea/Crea e Mútua serão realizadas no próximo mês

O empresário e engenheiro civil em Paranaguá, Juliano Vicente Elias; e o candidato ao Crea-PR, Engenheiro Cequinel, visitaram os veículos de imprensa

Publicado

em

No dia 17 de novembro de 2023 serão realizadas as Eleições Gerais do Sistema Confea/Crea (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia) e Mútua. Serão definidos, para o próximo triênio, os presidentes do Confea, presidentes dos Creas, diretoria geral da Mútua e diretoria administrativa da Mútua.

As eleições serão realizadas no dia 17 de novembro de 2023 (sexta-feira), pela internet, das 8h às 19h, no horário de Brasília-DF, sendo que todo profissional registrado e em dia com as obrigações perante o Sistema Confea/Crea até 30 dias antes da data da eleição é considerado eleitor e votará na circunscrição do Crea onde quitou sua última anuidade.

O candidato à presidência do Crea-PR, Engenheiro Cequinel, em visita aos municípios do litoral do Estado, nesta semana, divulgou suas propostas pautadas no projeto de gerar conexão com os profissionais, ideias e inovação para o setor. 

Sérgio Cequinel é engenheiro sênior da Copel, foi professor e Coordenador do curso de Engenharia Elétrica da Universidade Positivo, além de liderar o Centro de Pesquisas em Desenvolvimento Sustentável. Atualmente, é diretor técnico da Foz do Chopim Energética e presidente do Conselho de Administração das Centrais Elétricas Rio Jordão (Elejor). Já atuo no Sistema Confea/Crea Confea/Crea e Mútua como conselheiro, coordenador nacional da Câmara de Engenharia Elétrica e diretor do Crea-PR.

Cerca de 80 mil profissionais estão aptos a votar no Paraná, entre engenheiros, agrônomos, geocientistas e tecnólogos. Todos devem estar com o cadastro atualizado para receber um e-mail ou SMS com o login para participar das eleições.

“Uma das nossas propostas é mudança, queremos estar mais próximos dos municípios, que é onde as coisas acontecem e das empresas, do setor público e privado. Com os municípios podemos fazer termos de cooperação técnica, trazer capacitação para os engenheiros e trazer a estrutura do Crea”, revelou Cequinel.

ODS

Segundo ele, todas suas propostas estão ligadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) Agenda 2030 da ONU. “Temos que trazer novamente esse conceito para a questão social, ambiental, econômica financeira. A parte social podemos criar um novo modelo do Programa Casa Fácil, que fornece projetos para famílias de baixa renda”, exemplificou Cequinel.

Valorização profissional 

No que se refere a valorização profissional, ele também defende a criação de uma Lei Estadual que garanta o piso salarial atualizado; a ampliação no número de profissionais atendidos através da Plataforma de Cursos Gratuitos do Crea-PR (Pro-Crea); e o combate à informalidade.

Outra proposta de Cequinel para o Crea-PR é a implantação do programa Anuidade Zero, com a criação de um Clube de Vantagens do com descontos e cashback que podem ser utilizados para zerar a anuidade dos profissionais. O programa inclui oferecer cupons de descontos para compras em empresas parceiras do Crea-PR.

Litoral 

Em Paranaguá, Cequinel acredita ser importante a reativação da Associação dos Engenheiros e Arquitetos do Litoral. “A gente precisa de um espaço físico para programas de coworking, onde se tem o Crea e a Mútua em espaços frequentados por profissionais, alunos, atendendo as demandas dos municípios, até mesmo para discussão do plano diretor. A gente precisa estar mais próximo dos municípios”, afirmou Cequinel. “Queremos modernizar o Crea, torná-lo mais dinâmico, mas rápido, menos punitivo e mais orientativo”, ressaltou o candidato.

O engenheiro civil Juliano Elias acredita que o órgão de classe poderia ser mais atuante em grandes obras como as que ocorrem no litoral do Paraná. “O Crea precisa voltar a ser uma parte da sociedade que atua na defesa, em grandes discussões de engenharia, o Crea hoje não está presente. Temos hoje grandes obras no litoral nas quais o Crea não está presente. A instituição não se faz nem presente como instrumento de defesa e de explicação”, disse Juliano.

Cequinel concorre à presidência do Crea-PR na chapa que tem a engenheira agrônoma, Marcia Laino, como candidata a diretora geral da Mútua; e o engenheiro de telecomunicações, Vinicius Marchese, como presidente do Confea.

Em alta

plugins premium WordPress