conecte-se conosco

Segurança

Princípio de incêndio atingiu correia transportadora no terminal da Cavalca Administração de Portos

Operação de 12 horas controlou focos de incêndio que ocorreu no terminal da CAP em Paranaguá

Publicado

em

No sábado, 28, por volta das 23h50, um princípio de incêndio em uma correia transportadora de uma empresa próxima ao Porto de Paranaguá, no terminal da Cavalca Administração de Portos (CAP), gerou acionamento de equipes do Corpo de Bombeiros do Paraná, através do 8.º Grupamento de Bombeiros do Paraná (8.º GB). A situação gerou imediata atuação de bombeiros não somente de Paranaguá, mas também de outros quartéis do litoral do Paraná. Ao todo, dois caminhões de combate a incêndio e 14 militares atuaram na ocorrência durante 12 horas de operação para controle do incêndio que ocorreu já no domingo, 29.

No final da manhã do domingo, 29, a Comunicação Social do 8.º GB encaminhou nota explicando a situação. “Por volta das 23h50min o Corpo de Bombeiros em Paranaguá, foi acionado para atendimento a uma situação de princípio de incêndio em uma correia transportadora próxima ao Porto de Paranaguá. Foram empregados dois caminhões de combate à incêndio. Além da presença dos Oficiais de Área e Supervisor. Contando com cerca de 14 militares na ocorrência”, informou, destacando que as equipes ainda estavam no local verificando possíveis focos de incêndio, mas que a situação já por volta das 11h30 estava sob controle. 

Segundo o Capitão Padilha, do 8.º Grupamento de Bombeiros (8.º GB), o combate ao incêndio envolveu todas as equipes de Paranaguá e contou com apoio de outros quartéis do litoral. “Acionamos as empresas ao entorno que se mobilizam naturalmente com relação a este incidente com relação ao Plano de Auxílio Mútuo (PAM) que ofereceu grande apoio”, detalha, ressaltando que durante o domingo, 29, foram feitas inserções em pontos de difícil acesso, com resfriamento e controle da ocorrência, entregando para a empresa responsável a área.

“É um dos piores incêndios que enfrentamos aqui na região de Paranaguá por ser uma área portuária. A gente também tinha incêndio nas dalas onde o acesso é praticamente impossível e dependemos muito de equipamentos, plataformas para estar acessando esses locais, geralmente é necessário se colocar alguma abertura para que a água chegue ao local do incêndio. As correias que alimentam com grãos os navios estão em constante movimento, isso dificulta também, até que se corte essas correias o incêndio se propaga com bastante agilidade. Realmente é uma situação bem complexa de se atender”, explica o capitão.

De acordo com o oficial, houve apenas um ferido que foi um bombeiro militar em um incidente com uma das mangueiras de combate a incêndio que se rompeu com pressão elevada da água. “Isso fez com que o bombeiro se deslocasse rapidamente com o solavanco e acabou levando alguns pontos na região de queixo e nariz, mas ele passa bem, já foi atendido e foi liberado para casa”, afirma. Padilha ressaltou que durante o domingo, 29, foram liberados trechos da ocorrência para a empresa responsável, pois houve comprometimento da estrutura que sustenta as dalas. “Eles vão fazer gestões para estabilizar essa estrutura e que não venha ruir, como aconteceu em alguns trechos”, detalha, tranquilizando a população de que a situação está controlada. 

Rebocador

Durante a ocorrência, na madrugada do domingo, 29, um rebocador auxiliou no combate às chamas nas correias transportadoras. Ele estava operando na área do cais do Porto de Paranaguá e auxiliou o trabalho das equipes de emergência. A embarcação, que conta com equipamentos de combate à incêndio especiais, que usam água do mar, se aproximou do berço de atração 201 e lançou um potente jato de água na estrutura. O fogo foi controlado pelo Corpo de Bombeiros no começo da manhã. 

Causa do incêndio está sendo investigada, afirma CAP

Em nota divulgada no domingo, 29, a Cavalca Administração de Portos (CAP) emitiu nota oficial em seu site onde informou que  “na noite do sábado, 28 de outubro de 2023, por volta das 22 horas, um incêndio atingiu as correias transportadoras localizadas em nosso terminal portuário em Paranaguá/PR”, completa. “Nossa administração reitera que o terminal não estava em operação e o fogo foi controlado pela equipe do Corpo de Bombeiros do município”, afirma.

“A causa do incêndio ainda não foi identificada e está sendo investigada pelos órgãos competentes. A CAP agradece todo o apoio das unidades envolvidas no controle do incêndio, a solidariedade prestada pela população, nossos colaboradores, terminais parceiros e toda administração portuária de Paranaguá”, finaliza a nota. 

Portos do Paraná agradece Bombeiros

Sobre o ocorrido, a empresa pública Portos do Paraná emitiu uma nota de agradecimento, na manhã de segunda-feira, 30, à equipe do Corpo de Bombeiros de Paranaguá pelo trabalho prestado.  “A Portos do Paraná agradece o trabalho intenso realizado pelo Corpo de Bombeiros, equipes do Plano de Ajuda Mútua e autoridades portuárias para conter o incêndio ocorrido na madrugada deste domingo (29). Graças a grande excelência e rapidez dos grupos envolvidos foi possível conter as chamas das correias aéreas e preservar as estruturas públicas de uma empresa na região do Porto de Paranaguá. A Portos do Paraná também presta toda a solidariedade ao bombeiro que teve ferimentos durante a operação e se dedicou ao máximo para conter as chamas”, diz a nota.

Confira vídeos do princípio de incêndio:

Vídeos: Divulgação

plugins premium WordPress